Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mulheres falham nacional de estrada

Gaudêncio Hamelay - Lubango - 18 de Março, 2016

Campeonato nacional de estrada em atletismo

Fotografia: Jornal dos Desportos

A ausência de atletas femininas constitui o ponto negativo do campeonato nacional de estrada em atletismo, que se disputa amanhã, a partir das 7h30, na cidade capital da província da Huíla, Lubango, num percurso de 15 quilómetros. A principal representante da classe, Ernestina Paulino, está a contas com um ferida no pé direito e impedida de participar da competição.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o coordenador técnico da Associação Provincial de Atletismo da Huíla, Augusto Diogo "Seco" mostrou-se céptico quanto à participação da classe feminina. O dirigente ressaltou que "está fora de hipóteses a participação das fundistas em representação de clubes locais e de outras províncias".

Augusto Diogo justificou que a descrença da participação feminina assenta na fraca presença na edição passada, em que houve apenas três atletas.
"Não creio que venhamos a ter a participação do sector feminino, porquanto só as atletas locais deviam participar da prova", disse.

Augusto Diogo sustenta que a classe feminina atravessa um mau momento e "há poucas atletas nos escalões juniores e seniores". A superação do número de praticantes, augura, pode acontecer dentro de dois anos, em função do trabalho de formação feito nos clubes.

Para inspeccionar o novo percurso, desembarcou ontem no Lubango uma delegação da Federação Angolana de Atletismo. O grupo tomou conhecimento dos níveis organizacionais e vai proceder à verificação da qualidade do troço que liga as imediações da Barragem da Fenda da Tundavala à sede do Comité Provincial do Partido MPLA.

O coordenador da competição assegurou que a província do Namibe desistiu à última hora da prova nacional de estrada por acolher no mesmo dia um certame igual inserido no "Festa Mar'2016", que visa celebrar o dia da capital da província das terras da Welwitchias Mirabilis.
GAUDÊNCIO HAMELAY | NO LUBANGO