Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mundial de juniores atarefa Federação

Rosa Napoleão - 25 de Janeiro, 2015

Os atletas seleccionáveis vão ser conhecidos depois da entrega do dossier na Direcção Nacional

Fotografia: Kindala Manuel

O elenco de Pedro Emous vai endereçar nos próximos dias ao Ministério da Juventude e Desportos os pedidos de autorização e de verbas para participar no Campeonato do Mundo de juniores em Atenas, a decorrer de 13 a 15 de Março.

O secretário-geral da Federação de Jiu-Jitsu, Pedro Emous, disse ao Jornal dos Desportos que estão preocupados com a morosidade na autorização de saídas das Selecções Nacionais, à semelhança do ano passado, aquando da participação de um curso de arbitragem na Roménia.

“Vamos fazer fé de que tudo corra bem, pois não gostaríamos de ficar de fora dessa prova mundial, porque temos garantia de alcançar medalhas”, disse.

Pedro Emous assegurou que pretendem "investir na parte técnica com preparação antecipada e rigorosa dos atletas a fim de alcançar o objectivo definido". Para o efeito, o anúncio dos atletas pré-seleccionáveis depende da garantia da autorização do Ministério da Juventude e Desportos.

"Temos esta e outras grandes missões este ano. Portanto, pensamos começar com a composição da selecção, mas só a divulgamos à imprensa depois de dar entrada no Ministério", disse.

O jiu-jitsu agendou também a participação no Campeonato do Mundo de seniores, em Novembro, na Tunísia. A prova acontece pela primeira vez em solo africano e vai ser disputada anualmente.

Nfumu Lukoki é o técnico indicado para orientar as selecções na presente época desportiva. 

No ano passado, a modalidade não conseguiu medalhas no Campeonato do Mundo de Paris, França. O mérito do conjunto nacional aconteceu no campeonato africano, quando arrecadou as medalhas de ouro e bronze, por intermédio dos atletas Daniel António e Fiston Baptista.