Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mundial inédito enobrece angolanos

Rosa Napoleão - 01 de Janeiro, 2014

As participações inéditas nos três campeonatos do mundo em Kiev, e na Bulgária

Fotografia: Jornal dos Desportos

Na competição da Zona VI, Angola ocupou a segunda posição, superada apenas pela África do Sul. Uma medalha de ouro, oito de prata e igual número de bronze foram os pecúlios do conjunto nacional de tumbling. A ginástica rítmica obteve quatro medalhas de prata e o esquema de conjuntos, uma medalha de prata.

O excelente resultado contou com a dedicação dos ginastas Luquene Agostinho (duas medalhas de ouro, no sistema individual, e uma de bronze na prova por equipas). Cardoso Muela (medalha de prata, em individual, e uma de bronze por equipas). Muchamba Muela (medalha de bronze).

António Afonso, do Kabuscorp (duas medalhas de bronze, nos individuais e por equipa). Cleuzia Chitaque, do Bié (uma medalha de prata, em individual).

Edilson de Jesus e José Pobre (ambos com duas medalhas de bronze cada). Com estas conquistas, Angola supera as fortes selecções da zona, como Zimbabwe, Namíbia, Moçambique, Lesoto e Swazilândia. A direcção da Federação Angolana de Ginástica considerou o ano de 2013 “positivo” por ter realizado na íntegra todas as actividades programadas no calendário. Realizaram-se os campeonatos nacionais de seniores, juniores, juvenis e iniciados.

Acções de formação para árbitros e treinadores. O número de praticantes subiu de 12 mil para 14 mil. No âmbito das relações internacionais, assinou-se acordos com a Federação Portuguesa de Ginástica, que permite estágios de atletas nacionais no Centro de Alto Rendimento de Sangalhos.