Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mundialistas ganham equipamento

Silva Cacuti - 13 de Agosto, 2017

Angola participa no campeonato mundial com três pugilistas, contra cinco dos Camarões.

Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

Os integrantes da Selecção Nacional de boxe que vão disputar o Campeonato do Mundo de Hamburg, Alemanha, vão desfilar na prova trajados com uniformes de uma marca de referência, cujo processo de aquisição levou o presidente da Federação Angolana de Boxe, Carlos Luís, à França.

\"Queremos que os nossos atletas evoluam no mundial com equipamentos que reflictam o nível que a nossa modalidade vem granjeando nos últimos tempos\", disse.

As marcas em causa poderão ser \"puma\" ou \"adidas\". \"Estamos a ver o que nos fica mais em conta, entre estas duas marcas. para já vamos adquirir apenas para a equipa que está no mundial, mas pensamos alargar para toda a selecção nacional nos próximos compromissos que temos pela frente. Vamos adquirir  fatos olímpicos, luvas, plastons, coquilhas, protectores de boca, protectores de cabeça, fato impermeável, sapatilhas e botas de competição\", disse.

Angola participa no campeonato mundial com três pugilistas, contra cinco dos Camarões. Egipto e República do Congo têm quatro pugilistas.  Além de Angola, a Argélia, o Quénia e a Mauritânia também têm três pugilistas inscritos.

Os integrantes da selecção nacional trabalham na cidade do Huambo, mas, segundo Carlos Luís, seguem viagem para a Rússia, em estágio nos próximos dias.

Os atletas já têm vistos da Alemanha e os respectivos despachos de deslocação, penso que em breve sairão para um curto estágio na Rússia, onde se espera encontrar atletas com nível para alguns \"sparrings\" (combates de treino), já que são categorias de pesados que têm dificuldades de encontrar atletas para treinos destes\", disse.

Aselecção nacional é composta por Tumba Silva (91kg), Carlos Masia (+91kg) e Menayame Mbimbi (81kg). Tumba e Carlos conquistaram medalhas de bronze no último campeonato africano de Brazzaville, prova em que menayame não medalhou. O atleta dos 81kg foi repescado, devido à lesão de um marroquino que logrou a qualificação directa. O mundial de boxe de Hamburgo, Alemanha disputa-se  de 25 do corrente a 3 de Setembro.