Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nacionais comeam esta manh no Lubango

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 09 de Novembro, 2019

Fotografia: Jornal dos Desportos

O pavilhão multiusos da Nossa Senhora do Monte, na cidade de Lubango, acolhe hoje e amanhã os campeonatos nacionais de taekwondó, que conta com a participação de mais de 120 atletas de sete províncias. As delegações de Luanda, Moxico, Huambo, Uíje, Benguela, Cuando Cubango e a anfitriã (Huila) estão hospedadas no complexo escolar 14 de Abril. A província de Malanje está ausente por motivos não especificados.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente da Federação Angolana de Taekwondó, Salomão Lumbo "Flash", assegurou que "os vencedores de diferentes categorias vão preencher as vagas na selectiva, que vai definir o grupo participante do torneio qualificativo aos Jogos Olímpicos de Tóquio'2020, a decorrer de 21 a 22 de Fevereiro do próximo ano". Lumbo justificou que as escolhas dos vencedores é o reconhecimento do trabalho dos treinadores angolanos.
"Escolhemos sempre os campeões e outros que se destacam nas competições nacionais", disse.
O dirigente reiterou que a Federação Angolana assume os custos com alojamento e alimentação, enquanto a transportação é da responsabilidade de cada uma das delegações. Seis árbitros de categoria nacional, dos quais quatro de Luanda, um do Huambo e um da Huíla estão convocados para ajuizar os combates. Dois árbitros de categoria provincial, ambos da Huíla, servem de juízes recepcionistas.
A Polícia Nacional, Instituto Nacional de Emergências Médicas (INEMA), Serviço de Protecção Civil e Bombeiros e a Cruz Vermelha estão mobilizadas.

Título
Sport Lubango e Benfica augura revalidação


O Sport Lubango e Benfica tem como objectivo a revalidação do título do campeonato nacional que começa hoje no Lubango. A equipa liderada por Simão Sumbelelo definiu novas estratégias durante a fase de preparação. Para o êxito, aprimoraram os aspectos tácticos, contra-ataques, táctica e outras técnicas de combate.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Simão Sumbelelo admitiu que, "às vezes, os atletas pecam na execução de técnicas" e, outras vezes, decidem "dar um KO, quando não estão preparados".
"Por essa razão, estudámos sempre o momento certo de se dar um KO e outras técnicas. Foi isso que preparámos nos últimos meses", disse.
No seio da colectividade, "há grande motivação" para se defender o título. O dirigente sustenta que "reina o espírito de campeão" e os esforços visam "a manutenção no topo". Para Simão Sumbelelo, a equipa encarnada só forma "campeões". Oito atletas estão eleitos, dos quais cinco são "habitués" nas provas nacionais. O principal adversário continua a ser o 1º de Agosto, que trás ao Lubango oito experimentados atletas.
Em femininos, as encarnadas pretendem reverter o "fantasma" que as persegue há três anos. A equipa pretende obter três medalhas de ouro das quatro em disputa. Foram vice-campeãs nacionais nas duas últimas épocas.