Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nacional arranca com KO

?lvaro Alexandre - 14 de Julho, 2017

Bons pormenores técnicos dominaram o primeiro dia

Fotografia: Nuno Flash| Edições Novembro

O campeonato nacional de boxe arrancou ontem com bons motivos para estar na bancada do pavilhão dos Bombeiros, em Luanda. A jogar em casa, o pugilista do Interclube, Kiala Júnior, derrotou Faria Mbomo, do Electro do Lobito, por abandono decretado pelo árbitro (RSC) na primeira ronda da categoria 75kg.

Os ânimos da assistência ganhou força, quando Kiala tomou a iniciativa de partir para o ataque. Apoiado por uma pequena claque a surpresa não tardou. Eram golpes atrás golpes. Em busca de alívio, Faria Mbomo diminuiu a pressão do agressor com táctica de prender os braços de Kiala. A atitude não durou por muito tempo. A fragilidade era evidente. No terceiro round, o árbitro decidiu interromper o combate, quando faltavam 10 segundos para o seu término. Kiala Júnior transita para a fase seguinte por RSC.

No último combate do dia para 75 kg, houve \"surra grossa\". Cuambo Pedro, da ENDE de Benguela, \"electrificou\" Kitolo Pedro, da equipa do Palanca. Dotado de um poder de fogo muito forte, o benguelense derrotou por RSC o jovem de Luanda no primeiro round. O árbitro José Paim foi forçado a parar a luta e decretou derrota a Kitolo Pedro.

As emoções do dia, também se estenderam no terceiro combate da categoria de 75kg. Massiala Fisi, do Jomi Copa, não teve forças suficientes para defrontar Carlos Ludianda, do Jeff Sport. Durante uma investida no segundo round, Massiala Fisi contraiu lesão no ombro (rotura) e no pulso direito. A desgraça fez com que abandonasse o ringue.

Noutras partidas do dia, João Gomes, da ENDE do Lobito, esmagou por KO técnico o Cláudio Baila, do Jeef da Viana, no combate da categoria de 64 kg. Para a mesma categoria, Didi Congolo, do Leão do Palanca, surrou Simão Catete, do Golfe II. Na categoria de 69 kg, Mbaco Vemba, do Interclune eliminou da competição Zeizo João, do Leão do Palanca, por 3-0.

O mesmo resultado é válido no combate que envolveu Estevão Belingo, do Jeef Soprt, a Kenguele Emílio, do Jomi Copa. Para a mesma categoria, Sebastião Mbimba perdeu por falta de comparência. O pugilista do Tonis Team combateria contra João Manuel, da Mabor. O combate entre António Mateus, do Tonis Team, e Gustavo Massassa, do Golfe II, ficou marcado pela ausência dos protagonistas.