Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nacional de Estrada junta atletas no Uíge

Simão Kibondo - 05 de Maio, 2016

Ciclismo Unificado de Estrada, Volta às Terras do Café

Fotografia: Jornal dos Desportos

A terceira edição da Volta às Terras do Café, que se disputa de 22 a 24 entre as províncias do Bengo e Uíge com passagem no Cuanza Norte, vai servir também de Campeonato Nacional de Ciclismo Unificado de Estrada deste ano. A competição foi aprazada para os meses de Junho e Julho na província do “bago vermelho”.

Organizado pelo departamento de Ciclismo da equipa Sport Luanda e Benfica, a competição conta com o apoio da Federação Angolana de Ciclismo e alia-se na luta contra o cancro, em homenagem a Osvaldo Filipe, antigo ciclista da equipa encarnada e vítima de cancro de pele.

O evento foi apresentado esta semana no Centro Nacional de Oncologia, em Luanda,  tem como objectivo sensibilizar a sociedade para a luta contra o cancro.

Igor Silva é o principal rosto da terceira edição da Volta às Terras do Café. O atleta do Sport Luanda e Benfica detém o maior número de troféus e é o campeão nacional absoluto de ciclismo de estrada nas especialidades de contra-relógio e de linha, vencedor da primeira edição da Volta a Angola, Volta a República Democrática de Congo e Volta do Cacau (São Tomé e Príncipe.

ETAPAS
A competição tem oito etapas. O tiro de largada é dado no Dondo e termina em Ndalatando (província do Cuanza Norte), num percurso de 92 quilómetros. A segunda etapa parte de Ndalatando a Camabatela num percurso de 191 quilómetros. A terceira etapa congrega Camabatela a Negage, numa extensão de 52,9 km.

A quarta etapa sai de Negage à cidade do Uíge (36km). A quinta etapa parte de Sanza Pombo à Negage num espaço de 110 km. A sexta etapa parte do Uíge à Quibaxe (150km). A sétima etapa congrega Quibaxe à Caxito (140km). A oitava etapa parte de Caxito até à  Ilha de Luanda.
SK