Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nacional de Sub-18 arranca no Lobito

Júlio Gaiano, no Lobito. - 22 de Janeiro, 2016

O campeonato nacional de hóquei em patins em sub-18 começa amanhã, na cidade do Lobito

Fotografia: Jornal dos Desportos

O campeonato nacional de hóquei em patins em sub-18 começa amanhã, na cidade do Lobito, com a participação de sete equipas em representação das províncias de Benguela, Namibe, Huambo, Luanda e Malange. O pavilhão gimnodesportivo Miranda Guedes (CPPL) alberga o certame.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o secretário-geral da Associação Provincial de Patinagem de Benguela (APPB), Serafim Alberto, disse que as condições técnicas e materiais estão criadas. A reunião técnica acontece a princípio da noite de hoje, a partir das 18h30, no hall das instalações da Casa do Pessoal do Porto do Lobito, com a presença de representantes das equipas confirmadas.

Serafim Alberto assegurou que a sociedade lobitanga cedeu meios para acomodar as equipas e oficiais convidados. O contributo merece "o louvor" da organização, segundo o secretário geral.

Serafim Alberto realçou que a escolha da cidade do Lobito para acolher o evento resulta do reconhecimento do trabalho que desenvolve a décadas.

“Apesar das dificuldades da maioria dos clubes locais, o hóquei em patins continua de pé e com fortes indícios de progredir, tanto mais que, nos últimos tempos, temos nos deparados com o surgimento de mais equipas. Agora, com a realização deste campeonato, o número pode subir mais”, augurou.

DESISTÊNCIA
DO GRUPO DA BANCA

O Jornal dos Desportos apurou de Serafim Alberto que o Grupo Desportivo da Banca e o Hóquei 2000, ambos de Luanda, desistiram do “nacional” de patinagem que a cidade do Lobito acolhe a partir de amanhã.

A coordenação da competição nacional desconhece as causas da "decisão lamentável". Sem justificação formal apresentada, as especulações inundam o cenário desportivo local.

“Não sabemos ao certo os motivos da desistência das duas agremiações de Luanda na prova. Talvez questões administrativas e técnicas tenham contribuído grandemente para a essa triste decisão. Portanto, problemas diversos exigem aos dirigentes profunda reflexão", disse.

O dirigente ressaltou que "é um facto e contra factos não podemos fazer nada, senão lamentar".

Até ontem, estavam confirmadas as participações das equipas Casa do Pessoal do Porto do Lobito, Atlético do Namibe, Juventude da Huíla, Misto do Huambo, 1º de Agosto, Académica de Luanda e do Misto de Malange.