Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nacional de xadrez a partir de domingo

J?lio Gaiano, em Benguela - 11 de Agosto, 2017

Mestre Internacional Adérito Pedro defende título de campeã nacional

Fotografia: Dombele Bernardo |Edições Novembro

As delegações participantes no Campeonato Nacional Individual Absoluto de xadrez, a ser disputado de 13 a 19 do corrente, desembarcam a partir de hoje na cidade de Benguela. Mais de 25 atletas de diferentes clubes são aguardados até amanhã pelo comité de organização local, liderado por Sebastião Domingos, presidente da Associação Provincial de Xadrez de Benguela.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, Sebastião Domingos confirmou o apoio institucional, moral e material das instituições afins da província para o evento. As delegações provinciais vão estar hospedadas em diferentes hotéis e unidades similares. Durante sete dias, os atletas disputam o troféu numa das salas da Mediateca de Benguela. A nata de melhores xadrezistas vai estar sob os olhos clínicos dos árbitros Santo Santana, o principal, e os adjuntos Francisco Andrade e Gabriel Faustino dos Santos.

“Temos todas as condições criadas para que a prova decorra sem sobressaltos. O alojamento, a alimentação e a transportação estão garantidos. Estamos ansiosos e esperamos que o evento corra a contento”, precisou.O programa da competição contempla a realização da reunião técnica, para os acertos dos detalhes inerentes ao certame, amanhã à tarde. Estão asseguradas as presenças dos mestres internacionais Adérito Pedro e Esperança Caxita, campeões em títulos.

No Rating da Federação Internacional do Xadrez (FIDE), o atleta do 1º de Agosto, Adérito Pedro, ostenta o elo de 2301 pontos e a jovem atleta do Progresso Sambizanga, Esperança, Esperança Caxita, é apresentada no sistema do professor norte-americano Arpad Elo, com 1835 pontos.
A competição é disputada por 34 atletas. O 1º de Agosto é candidato assumido ao título e vai na sua máxima força a Benguela. Além do MI Adérito Pedro, o condão do Rio Seco é formado pelo MI Amorim Agnelo, Mestre Fide (MF) Eduardo Pascoal, Jeovani Santos, Edivânio Domingos e João Mário.

Para impedir a consagração dos "militares", o Progresso Sambizanga desembarca com "soldados de cavalaria" de elite. O grupo é formado pelo MI Erickson Soares, MI David Silva, MF Cristiano Aguiar, Candidato a Mestre (CM) João Simões, CM Sérgio Miguel, CM Cambando José, Vanderson Dias, Domingos Chibungula e Edivaldo Gama.

Longe de performances de outros tempos, o Grupo Desportivo da EPAL chega a Benguela com um grupo reduzido. A responsabilidade foi atribuída ao MF Catarino Domingos e MI Luciano Oliveira.A Escola de Xadrez de Viana é composta pelo MF Manuel Alberto, CM João Júlio e Cláudio Félix.Para inverter a tendência de vitórias das equipas do Zonal A, o grupo do Zonal B é formado por Armando Angélico e Kirto Justino (ambos do Núcleo da ENDE do Cuanza Sul), Ernesto Antunes (Clube do R. Crisgunza), Celso Ramos e Abílio Anapaz (ambos do Nacional de Benguela).

Carlos Frade
está encantado

O coordenador técnico da Federação Angolana de Xadrez (FAX), Carlos Frade, manifestou-se maravilhado com as condições técnicas e administrativas criadas pela organização do “nacional” individual absoluto a decorrer na cidade de Benguela, a partir de domingo até o dia 19 do corrente. “Visitamos algumas instalações destinadas a acolher os visitantes. Apesar da situação conjuntural do país, associado ao processo eleitoral que vivemos nos últimos dias, julgo que está tudo bem encaminhado para o êxito da competição. A cidade de Benguela acostumou-nos a realizar eventos excepcionais e, desta vez, não vai fugir à regra”, augurou.

O coordenador do Conselho Técnico da FAX fez saber que o “nacional” absoluto é a prova rainha da Federação e que dá acesso às selecções nacionais. Todavia, lembrou que, desde então, a província de Benguela se posicionou na linha da frente, no que o xadrez diz respeito. “Com a realização deste evento, espero que consigamos despertar o interesse da sociedade local no sentido de se apoiar ao programa da massificação e do fomento gizado pela actual direcção da APXB, de forma que, nos próximos anos, voltemos a ter outros Nelson Ferreira, Valdemiro Pina, Flora Afonso, entre outros, e assim devolver a alegria aos seus apoiantes”, augurou.

Abílio Anapaz (2117), Ernesto Antunes (1885) e Celso Ramos, sem registo de Elo no sistema do rating da FIDE, vão representar a província no Campeonato Nacional Individual Absoluto a ser disputado no sistema suíço a nove jornadas. O despique promete e os benguelenses torcem pelo sucesso dos atletas que têm a missão de dignificar o xadrez patenteado nas terras das acácias rubras.

XADREZ
David Silva promete título


O Mestre Internacional (MI) David Silva promete recuperar o título de campeão nacional individual absoluto na competição que decorre a partir de domingo até o dia 19 do corrente, numa das salas da Mediateca de Benguela. A "estrela" do Progresso Sambizanga revelou a mágoa que lhe corrói a alma desde a perda do título para o atleta do 1º de Agosto, MI Adérito Pedro."Não passa outra coisa na minha mente. Vou a Benguela para destronar o MI Adérito Pedro. Estou a preparar-me para este objectivo desde o ano passado. Agora, chegou o momento de repor a legalidade", assegurou.

Se houve "ilegalidade" na atribuição do título ao MI Adérito Pedro, no ano passado, o MI David Silva desloca-se a Benguela com uma lista de hierarquia a abater. No primeiro escalão está o seu adversário mais temível: Adérito Pedro."Vamos participar com respeito. O MI Adérito Pedro é um adversário de respeitar.Além disso, é o campeão em título. Esta condição não o torna invencível. A minha principal missão começa por ele e termina noutros", destacou.

Os principais actores do Campeonato Nacional Individual Absoluto viajam hoje, a partir das 6h00, para a cidade de Benguela. Os xadrezistas do Progresso Sambizanga e do 1º Agosto vão deixar a cidade de Luanda em voo militar fretado.Os sambilas marcam presença com o MI Erikson Soares, MI David Silva, MF Cristiano Aguiar, CM João Simões, CM Sérgio Miguel, CM Cambando José, Vanderson Dias, Domingos Chibungula e Edivaldo Gama. Os militares do Rio Seco vão para a defesa do título com o MI Adérito Pedro, MI Amorim Agnelo, MF Eduardo Pascoal,  Jeovani Santos, Edivânio Domingos e João Mário.
ÁLVARO ALEXANDRE

PROVA NACIONAL
Kaquebo representa Huíla


O crescimento do "desporto-ciência" na Huíla nos últimos anos tem as impressões "digitais" de uma nata de jovens, que se revelam promessas no país. As exibições extraordinárias nos campeonatos nacionais de xadrez têm sido o "barómetro" de avaliação das performances dos atletas.Deste modo, a direcção técnica da Associação local escolheu o campeão provincial júnior e quarto classificado do nacional da categoria, Osnilques Kaquebo, para representar a província no Campeonato Nacional Individual Absoluto, que começa domingo em Benguela. No evento nacional, o jovem atleta foi considerado "atleta revelação".

Em reacção à escolha de Osnilques Kaquebo, como o único representante da Huíla, o treinador do Ferroviário local, Manuel Pereira, está confiante na capacidade do atleta. Kaquebo dispõe de competências para ultrapassar os adversários e conquistar o troféu mais importante da época desportiva."Osnilques Kaquebo está dotado de habilidades desportivas admiráveis. O seu engajamento nos jogos evidencia-se no decorrer da prova. Nos últimos anos, constatámos uma progressão no nível técnico", disse.

Ontem, Manuel Pereira salientou que a preparação do seu único pupilo incidiu tecnicamente nos lances de finalizações. O atleta apresenta dificuldades, quando está prestes a dar xeque-match. Para a melhor a apresentação no evento, Kaquebo participou, durante duas semanas, de um torneio, que lhe conferiram endurance competitivo. Até a viagem, trabalhou  nas aberturas (com peças brancas e pretas) com objectivo de aperfeiçoar as performances.“Estou confiante que o nosso representante vai conquistar o troféu. Pelas habilidades desportivas, preparação efectuada e engajamento do nosso atleta, creio que vamos trazer o troféu", garantiu.
GAUDÊNCIO HAMELAY | NO LUBANGO