Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nacional pode ter novo molde de disputa

Silvia Cacuti - 30 de Junho, 2017

Finalistas disputam o play off para se encontrar o campeão

Fotografia: M.MACHANGONGO | Edições Novembro

A disputa de todos contra todos entre as quatro primeiras equipas saídas da primeira fase do campeonato nacional, em detrimento do sistema cruzado habitual na disputa das meias-finais, pode ser a grande novidade dos 38º Campeonatos Nacionais, que Luanda acolhe de 10 a 21 de Julho. A competição vai ser apresentada amanhã, a partir das 10h00, nas instalações da Rádio Luanda Antena Comercial.

A disputa da competição nacional está inserida nos festejos do 25º aniversário daquela estação radiofónica.Segundo apuramos, duas propostas de moldes de disputa estão sobre a mesa. Uma é a habitual, em que depois de todos contra todos da primeira fase, em poule única, por haver menos de oito equipas inscritas, as quatro primeiras jogam a meia-final, em sistema cruzado (4-1 e 2-3), e assim apurar as finalistas.

A segunda proposta confere um número maior de jogos aos participantes e prevê que, ao invés do sistema cruzado, a meia-final seja jogada no todos contra todos. As duas primeiras desse sistema joguem a final. Nos dois casos, a final joga-se em \"play-off\".Até ontem estavam inscritas para a prova feminina o 1º de Agosto, Petro de Luanda, Progresso Sambizanga, ASA, Marinha de Guerra (todas de Luanda), a Casa do Pessoal do Porto do Lobito e Electro do Lobito (ambas de Benguela).

O 1º de Agosto, campeão nacional, vai estrear na prova o seu treinador dinamarquês, Morten Souback, enquanto o Petro de Luanda vai tentar apagar a má imagem da prova anterior em que ficou na terceira posição, atrás da Marinha de Guerra.Na prova masculina, além do 1º de Agosto (campeão nacional), Interclube, Petro de Luanda e Marinha de Guerra estão inscritas. As Organizações Joice de Cabinda e o Progresso da Lunda Sul são outras equipas participantes.