Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal abre possibilidade ao tio

29 de Março, 2017

enho o espírito de competição. Eu gosto\

Fotografia: AFP

A partir do próximo ano, Toni Nadal, tio de Rafael Nadal, deixará o posto de treinador que ocupa há anos e não viaja mais pelo circuito. A decisão foi tomada há algumas semanas e já anunciada. Mas o tenista espanhol revelou que gostaria de contar com Toni em alguns torneios e que não quer ser totalmente independente.

\"Tenho minha personalidade, meu carácter e é normal que eu tome as minhas próprias decisões em muitos temas, mas é certo que sempre peço a opinião de Toni, assim como de outros membros da minha equipa da minha família. Sou alguém que escuta e inclusive diria que sou bastante obediente\", afirmou em entrevista ao jornal francês L\'Equipe.

Nadal afirmou ainda que a decisão de Toni de não prosseguir o trabalho tem a ver com o seu papel cada vez menor em tomadas de decisões chaves.\"Não me esqueço que sem Toni não teria jogado nunca ténis, e sim futebol. Teve um impacto enorme no meu jogo e também na minha personalidade e na minha educação\", explicou.

O jogador afirmou que gostaria de contar com o tio ao seu lado em algumas competições, como Roland Garros, por exemplo. Ele disse ainda se sentir preparado para viajar sem Toni para os torneios. Nadal também falou sobre a aposentadoria, que cedo ou tarde chegará. \"Gosto quando é necessário se superar no que seja.

Impulsionado pelo meu tio, trabalhei duro cada dia, com intensidade, com pressão, para aprender a passar por cima das dificuldades. Isso me ajudou a aceitar as lesões, os momentos difíceis. Tenho o espírito de competição. Eu gosto\".