Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal cai em Roma

18 de Maio, 2015

Má fase de Rafael Nadal

Fotografia: AFP

A má fase de Rafael Nadal parece não ter fim: à menos de duas semanas do início de Roland Garros, o "rei do saibro" sofreu mais uma derrota e foi eliminado nos quartos de final do Masters 1000 de Roma, por Stanislas Wawrinka. Na reedição da final do Open da Austrália do ano passado, também vencida pelo suíço, Stanislas levou à melhor em dois sets, com parciais de 7-6 (9/7) e 6-2, em 2h05 de jogo.

LIGA DIAMANTE
Marcas revolucionam
o "top" do triplo salto


Pela primeira vez na história, dois atletas saltaram mais do que 18 metros no mesmo concurso de triplo salto, com dois centímetros  a separar, em Doha, a vitória do cubano Pedro Pablo Pichardo (18,06) do norte-americano Christian Taylor (18,04). O arranque da Liga Diamante de 2015 acabou por ter no triplo salto o grande destaque, já que as marcas de Pichardo e Taylor os colocam como terceiro e quarto melhores de sempre, “revolucionaram” o “top” mundial da especialidade.

Na mesma prova, o português Nelson Évora abriu a época de verão com um quinto lugar, com 17,12 metros, marca de boa qualidade, muito perto do quarto lugar do cubano Alexis Copello, que chegou aos 17,18 metros. Em terceiro lugar ficou o francês Teddy Tamgho, campeão mundial em título e recordista mundial “indoor”, que sábado chegou aos 17,24 metros, antes de sofrer uma ruptura no tendão de Aquiles.
O campeão mundial de 2013, em Moscovo, tinha regressado em Março de um período de afastamento de 18 meses, primeiro para recuperar de uma lesão e depois para cumprir um ano de suspensão por doping.

Aos 21 anos, Pichardo parece estar em condições para “atacar” o mítico recorde mundial do britânico Jonathan Edwards, 18,29 metros feitos em 1995. Talvez ainda não esta época, mas o que pode “cair” este ano é o segundo lugar do norte-americano Kenny Harrison, com os 18,09 que lhe valeram o ouro olímpico em 1996.


CICLISMO
Benat Intxausti vence oitava etapa


 O espanhol, Benat Intxausti (Movistar), venceu a oitava etapa da Volta a Itália em bicicleta, ao chegar isolado ao topo de Campitello Matese, contagem de montanha de primeira categoria, onde o compatriota Alberto Contador conservou a liderança. Na conclusão de uma fuga, Inxausti cumpriu os 186 quilómetros de percurso iniciado em Fiuggi em 4:51.34 horas, bateu o suíço Sebastien Reisenbach (IAM) por 20 segundos e o espanhol Mikel Landa (Astana) por 31 segundos, enquanto o grupo dos favoritos, com o italiano Fabio Aru (Astana), Contador e o australiano Richie Porte (Sky), chegou logo depois, a 35 sgundos. Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), que ganhou dois segundos de bonificação num “sprint” intermédio, ficou com a camisola rosa, com quatro segundos de avanço sobre Fabio Aru e 22 segundos face a Richie Porte.