Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal critica atitude de Kyrgios

06 de Julho, 2019

A norte-americana, que colecciona 23 ttulos do 'Grand Slam' e ganhou em Wimbledon em 2002, 2003, 2009, 2010, 2012, 2015 e 2016, vai agora ter pela frente a alem Julia Goerges, 17. jogadora mundial.

Fotografia: AFP

Depois de ter batido Nick Kyrgios na segunda ronda do torneio de Wimbledon (6-3, 3-6, 7-6 (7-5) e 7-6 (7-3)), o espanhol Rafael Nadal não perdeu tempo para, após o encontro, criticar a atitude do sempre polémico tenista australiano. Durante o jogo, Kyrgios disparou – propositadamente, segundo o próprio – uma bola contra o corpo do maiorquino, quando este havia subido à rede num ponto. Acção, claro, merecedora de críticas da parte de Nadal.
\"É complicado ver certas coisas acontecerem em campo, mas prefiro não me alongar muito mais… Isto é só um jogo e estamos num desporto em que sempre houve respeito e fair-play. O Nick fez isso para me magoar, mas não é só perigoso para mim. Pode sê-lo para um juiz de linha, porque nunca se sabe onde a bola vai parar\", lamentou.
Disse mais adiante que \"não creio que seja preciso falar tanto dele porque, desta forma, ainda o estamos a incitar a fazer coisas ainda piores. Tanto me faz se me acerta com uma bolada ou não, mas há coisas que são correctas, e outras que não o são. Não me parece que ele seja um mau rapaz, mas já se perdeu no seu caminho e creio que devia recuperar porque seria bom para a sua carreira\", realçou.
Recorde-se que o espanhol Rafael Nadal, vencedor das edições de 2008 e 2010, está na terceira ronda de Wimbledon, depois de ter ultrapassado a oposição do irreverente australiano Nick Kyrgios.
Kaja Juvan, eslovena de 18 anos, actual 113.ª do ranking mundial, ofereceu boa réplica, mas Serena William acabou por vencer pelos parciais de 2-6, 6-2 e 6-4, qualificando-se para a terceira ronda do torneio de Wimbledon.
A norte-americana, que colecciona 23 títulos do \'Grand Slam\' e ganhou em Wimbledon em 2002, 2003, 2009, 2010, 2012, 2015 e 2016, vai agora ter pela frente a alemã Julia Goerges, 17.ª jogadora mundial.