Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal e Federer superiores a Novak Djokovic

24 de Setembro, 2016

Nadal e Federer superiores a Novak Djokovic

Fotografia: AFP

O americano John McEnroe, lenda do ténis, conquistou sete títulos de Grand Slam, além de ter alcançado o posto de número 1 do mundo na década de 80. Conhecido pelas  suas opiniões fortes, o ex-jogador concedeu uma entrevista ao Marca, e falou sobre o ténis atual.

Em resposta a uma pergunta sobre os melhores da actualidade, McEnroe deixou os líderes do ranking, o sérvio Novak Djokovic e o britânico Andy Murray fora do top 2. “É difícil dizer, mas hoje eu devo dizer Rafael Nadal e Roger Federer”, afirmou John, deixou de lado o facto da dupla não levar um Slam desde 2014, quando o espanhol venceu o Open de França.

Citando o Rei do Saibro, que vive momento inconstante desde 2015, McEnroe garantiu que Nadal não está acabado para o ténis. “É um grande campeão, e se estiver bem fisicamente, ainda pode ganhar títulos importantes”, cravou o americano.

Apesar de deixar Djokovic de lado na lista de melhores, o dono de sete Slams exaltou os últimos anos do sérvio. “É surpreendente o que ele fez nos últimos anos, é algo muito difícil.  A sua cabeça é incrível, e se o corpo não tiver problemas, pode vencer mais Slams nos próximos dois anos”, finalizou.

Mesmo na exaltação dos actuais grandes nomes do ténis, John não hesitou a eleger o melhor jogador de todos os tempos. “Rod Laver é o tenista mais completo que já existiu”, afirmou. Laver, que actuou entre os anos 50 e 60, foi número 1 do mundo e conquistou 11 títulos de Grand Slam.