Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal e o relgio milionrio

03 de Junho, 2015

O relgio de Nadal feito sobre um complexo mecanismo para os melhores aparelhos que pode suportar uma partida de tnis

Fotografia: AFP

Enquanto muitos adeptos querem saber se o consulado do espanhol vai terminar nas quadras de Paris, outros observam com curiosidade a peça produzida pela marca de luxo suíça Richard Mille. A grande maioria acha interessante o uso do relógio. Outros querem entender como o produto suporta o suor, os pulos, corridas e até as quedas de Rafael Nadal durante as partidas.

“No começo, eu precisei de adaptar-me para utilizar o relógio durante as partidas. Trabalhei com a empresa para acertar a peça no meu pulso e evitar problemas com o meu jogo”, afirmou Nadal. O espanhol utiliza o relógio durante as partidas desde 2010. A grande maioria dos jogadores possuem este tipo de acordo. Utilizam relógios na mão do backhand (a mão contrária do atleta. No caso de Nadal, a direita) e isto pouco altera os movimentos ou a forma do atleta bater na bola.

Roger Federer é patrocinado pela Rolex, mas utiliza o relógio somente nos treinos. Maria Sharapova tem um acordo com a Tag Hauer e Novak Djokovic, com a Seiko. Porém, dificilmente eles utilizam durante os jogos, apenas na hora da cerimónia de prémios. Em compensação, Serena Williams acompanha Nadal e joga com um relógio na mão esquerda.

Jogadores fazem colecção de relógios (este é o terceiro que a Richard Mille faz para o espanhol), mas Nadal teve dois roubados. O primeiro no vestiário e que nunca foi recuperado. O segundo em Paris. O espanhol comemorava o sétimo título em Roland Garros, quando entraram no  quarto e levaram o objecto. O hotel conseguiu descobrir o ladrão e recuperar o relógio.

Nadal podia ter perdido o terceiro, caso não fosse Eric Butorac, jogador de dupla. O atleta pegou uma toalha no vestiário e teve a surpresa de encontrar o relógio de Nadal no meio. “Eu segurei, observei e pensei: isto vale mais do que os prémios que conquistei”, diz Butorac.

O relógio de Nadal é feito sobre um complexo mecanismo para os melhores aparelhos, que pode suportar uma partida de ténis, água, terra e os efeitos da gravidade. E ainda marca o tempo com extrema precisão. O relógio é feito de carbono e quartzo misturado ao titânio e assim pode aguentar cinco mil vezes a força da gravidade.