Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal espera sucesso na Austrália

04 de Janeiro, 2017

O tenista espanhol Rafael Nadal espera que as mudanças que fez no seu calendário no início da temporada sejam reflectidas com sucesso no primeiro Grand Slam do ano

Fotografia: AFP

O tenista espanhol Rafael Nadal espera que as mudanças que fez no seu calendário no início da temporada sejam refletidas com sucesso no primeiro Grand Slam do ano, o Open da Austrália, entre os dias 1 e 29 do presente mês. Nas últimas oito temporadas, Nadal estreou sete vezes em Doha, mas em 2017 decidiu que iniciará a sua campanha a participar pela primeira vez do torneio de Brisbane.

Desde que jogou em Sydney em 2009, Nadal costumava entrar no Open da Austrália apenas com a preparação do torneiro de Doha. Nesta temporada, o tenista de 30 anos mudou a sua estratégia e vai jogar um torneio em terras australianas para se acostumar com o clima.

"Doha funcionou no passado pra mim, mas Brisbane vai me ajudar na adaptação com as condições australianas, que são mais duras por causa do clima", declarou esta segunda-feira depois de chegar a Brisbane. "Cada ano é diferente. Todos os jogadores mudam seus calendários", disse.

Mais adiante acrescentou que "estar em Brisbane é uma boa notícia para mim. Gosto do país e decidi no ano passado que viria para a Austrália antes". O ex-número um do mundo falou que não sabe se a mudança o permitirá chegar mais longe no Open da Austrália: "Não sei se vai me ajudar ou não. Depois de Melbourne eu digo".

Nadal chegou a Brisbane depois de ganhar o campeonato Mubadala World Tennis Championship no sábado passado. O torneio de exibição realizado em Abu Dhabi provou que o tenista está recuperado da lesão no pulso que o perseguiu em 2016. "Joguei bem em Abu Dhabi. Foram três boas partidas e isso é importante para mim.

O ano passado eu estava a jogar bem, mas a lesão apareceu no pior momento possível", declarou. Nadal, que parecia relaxado segurando um coala para posar os fãs, garantiu que está em forma e que quer ampliar o número de 14 Grand Slams vencidos.
"Não posso prever o futuro, mas posso dizer que estou saudável para conseguir vencer. Se não, voltarei para casa para pescar", brincou.