Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal fora de Wimbledon

03 de Julho, 2014

O atleta, de 1,93m de altura também fez bom uso do seu saque, com que disparou 37 aces.

Fotografia: AFP

Rafael Nadal foi eliminado de Wimbledon nos oitavos-de-final pelo jovem Nick Kyrgios, mas não acha que tenha jogado mal. Derrotado por três sets a um, o líder do ranking mundial elogiou o jogador de 19 anos, sobretudo pelas actuações na quadra de relva."Não joguei muito mal hoje. No primeiro e no segundo set fui melhor do que ele, mas não fui capaz de converter as oportunidades", disse Nadal. "Nesta superfície, estamos com certeza no meio de um problema quando defrontamos alguém que bate forte em todas as bolas como ele", completou.

Com apenas 19 anos de idade, Nick Kyrgios entrou em Wimbledon por meio de um convite da organização, já que ocupa a 144ª posição do ranking, e aproveitou o facto de jogar sem pressão. Com postura muito agressiva, ele anotou 70 bolas vencedoras, contra 44 de Nadal.O atleta, de 1,93m de altura também fez bom uso do seu saque, com que disparou 37 aces. Cada um dos tenistas conseguiu uma quebra de serviço na partida, que teve dois sets decididos no tie-break, ambos a favor do australiano. Com eficiência no saque, ele conquistou a vitória em três horas de partida, com parciais de 7 -6 (7-5), 5 -7, 7 -6 (7-5) e 6 -3.

"Ele tem coisas que lhe permitem ser um bom jogador, mas tudo é um pouco mais fácil quando se está a subir. Não tem pressão, tudo é positivo. As pessoas só vêem a parte boa. E quando você está lá em cima começa-se a ver também as negativas", afirmou.Com a vitória sobre Rafael Nadal, Kyrgios chegou aos quartos-de-final de Wimbledon, na qual defronta Milos Raonic. Eles encontraram-se na primeira jornada de Roland Garros, com vitória do tenista da América do Norte por três sets a zero.

DETERMINAÇÃO
Petra Kvitova avança
para as meias-finais


A tenista Petra Kvitova confirmou o favoritismo e garantiu presença nas meias-finais de Wimbledon, na terça-feira, em Londres, na Inglaterra. Diante de Barbora Zahlavova Strycova, ela ganhou por dois sets a zero, com parciais de 6-1 e 7-5, em 1h28 de jogo.Campeã de Wimbledon em 2011, Kvitova aparece actualmente em sexto lugar no ranking e desponta como uma das favoritas ao título do Grand Slam londrino, principalmente depois das eliminações precoces de Serena Williams, Na Li e Maria Sharapova. Depois de passar pelo duelo checo, ao derrotar a número 43 do mundo na terça-feira, Kvitova vai defrontar agora outra tenista da República Checa: Lucie Safarova, actualmente em 23º lugar no ranking, que ganhou um pouco antes a Ekaterina Makarova e também chegou às meias-finais.

Ténis
Serena Williams
à beira do desmaio


Serena Williams pareceu estar perto de desmaiar, terça-feira, em jogo de pares com a irmã Venus, tendo sido assistida medicamente num dos "courts" de Wimbledon, que abandonou após ter irrompido em lágrimas. Três dias depois de ter sido precocemente afastada em singulares, num torneio que venceu por cinco vezes, a número um do Mundo chamou o médico para a assistir, quando aquecia para o segundo jogo frente à dupla Kristina Barrois/Stephanie Voegele. Foi então que irrompeu em lágrimas, após consultar o médico e o fisioterapeuta, antes de o árbitro e o supervisor do torneio serem chamados ao "court".

Serena serviu quatro duplas faltas no seu primeiro jogo e vacilou na linha antes de a irmã a levar de volta até à sua cadeira. Depois de descer da cadeira para falar com as irmãs, o árbitro anunciou que Serena se retirava do jogo devido a questão de saúde, quando perdiam por 3-0. No sábado, Serena Williams tinha sofrido a eliminação mais precoce em Wimbledon desde 2005, com a derrota por 1-6, 6-3 e 6-4 com a francesa Alize Cornet, 24ª do ranking. O desaire de Serena Williams é ainda mais significativo, uma vez que é a terceira vez consecutiva que cai antes dos oitavos de final num "Grand Slam".