Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal justifica derrota

01 de Abril, 2015

Tenista espanhol aponta a causa do seu afastamento do Masters 1000 de Miami

Fotografia: AFP

Os fãs, do tenista número 3 do mundo, foram surpreendidos na noite do último domingo. Num duelo, puramente espanhol, Rafael Nadal acabou eliminado por Fernando Verdasco na terceira rodada do Masters 1000 de Miami. Na tentativa de justificar a péssima fase em que se encontra, o atleta afirmou andar “emocionalmente abalado e ansioso antes dos jogos”.

“Sinto-me mais cansado do que o normal, sinto que não tenho confiança de que quando bato na bola vou mandá-la para o lugar certo.Todas essas pequenas coisas são difíceis de explicar. Tenho de me acalmar. Não é questão de ténis. O problema maior tem sido estar relaxado para jogar bem. Tenho jogado tenso em alguns momentos importantes, acho que ainda estou um pouco ansioso demais”, disse o jogador, que esteve afastado por lesão, recentemente.

Honesto consigo mesmo e com seus fãs, Nadal garante que se vê capaz de consertar o que há de errado para conseguir voltar a jogar um excelente ténis. Ele, inclusive, fez questão de assumir, que  não se vê pronto para ser novamente campeão. No entanto, faz projecções maiores.

“Os meus problemas eu mesmo tenho que ser capaz de ajeitar. Já fui capaz de mudar muitas situações negativas durante a minha carreira e quero fazer isso novamente. Confio que posso. Não sei se conseguirei, mas vou tentar”, completou.Além de Nadal, outro favorito ao título a dizer adeus ao torneio foi o suíço Stan Wawrinka, sétimo cabeça de chave. Foi eliminado pelo francês Adrian Mannarino por 2-0, com um duplo 7-6.

MURRAY
HISTÓRICO

O britânico Andy Murray, número quatro do mundo, ficou a uma vitória de entrar no grupo restrito de tenistas que venceram 500 partidas no circuito da ATP.O triunfo de número 499 aconteceu no passado domingo, ao derrotar o colombiano Santiago Giraldo e garantir uma vaga nos oitavos de final do Masters 1000 de Miami.O escocês precisou de 1 hora e 24 minutos para despachar o 31º colocado do ranking em 6-3 e 6-4.“Fiz um óptimo jogo, apesar de Giraldo ter complicado um pouco a minha tarefa”, admitiu Murray depois da partida.O tenista de 27 anos vai disputar uma vaga nas quartas de final com o sul-africano Kevin Anderson, que derrotou o argentino Leonardo Meyer por duplo 6-4.