Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadal volta à Davis para salvar a Espanha

10 de Setembro, 2015

Nadal volta à Davis para salvar a Espanha

Fotografia: AFP

Sem Rafael Nadal há dois anos, a Espanha também não vence um confronto para a Copa Davis, no mesmo período. A correr o risco de ser despromovida para o Grupo II da Zona Europa/África, equivalente à terceira divisão, a equipa espanhola pode ter o regresso dos seus dois melhores jogadores, Rafael Madal e David Ferrer, para enfrentar a Dinamarca, entre 18 e 20 de Setembro, fora de casa, em Odense.

Inicialmente por lesão, mas depois por um boicote dos principais jogadores à equipa, Nadal ficou fora da Davis em três confrontos. A equipa vice -campeão em 2012 perdeu na primeira ronda de 2014 (4-1 com a Alemanha) e foi despromovida, ao ser derrotada pelo Brasil, por 3-1, na repescagem. Nessa temporada, a Espanha perdeu por  3-2 com a Rússia na primeira fase do Zonal.

Por isso, o confronto com a Dinamarca pode custar a descida à terceira divisão ou a permanência no Grupo I da Europa/África - mas que só conta com europeus. Os dinamarqueses, entretanto, ocupam  o 36.º lugar do ranking da Davis e desde 1996 não disputam o Grupo Mundial. Em teoria, uma vitória sobre a Espanha era uma zebra histórica.

Mesmo assim, a capitã Conchita Martínez, lendária jogadora espanhola, conseguiu convencer os melhores atletas do País a jogar. Ela vai ter Nadal (oitavo do mundo, David Ferrer (sétimo), Roberto Bautista (23.º), Fernando Verdasco (42.º) e David Marrero (25.º em duplas). Este último nunca venceu uma partida da Davis.