Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nadar 12 Horas quer transporte

Rosa Panzo - 19 de Abril, 2017

O bilhete de acesso à piscina é um produto não perecível.

Fotografia: Jornal dos Desportos

As empresas transportadoras nacionais estão convidadas a prestar apoio ao Projecto Nadar 12 Horas, uma causa solidária para com o Lar da terceira idade Beiral. A actividade filantrópica está agendada para as 10h00 do dia 30 do corrente na piscina de 50 metros do Clube Náutico da Ilha de Luanda (CNIL).Em declarações ao Jornal dos Desportos, Nelson Benjamim, membro da comissão organizadora, disse que os objectivos definidos estão quase a ser alcançados.

\"Até o momento, os apoios surgem das empresas, Organizações Não Governamentais e de pessoas singulares. Estamos carentes de transportes para levar os bens doados ao Lar Beiral no dia 3 de Maio próximo e de movimentar os idosos no dia do festival\", disse.Nelson Benjamim reiterou que os mais velhos precisam desanuviar um pouco a tensão e o contacto com outra realidade vai fazê-los bem à alma.Uma deslocação entre os seus aposentos e a piscina do CNIL (e vice-versa) vai proporcioná-los rever os locais que a memória apaga aos poucos.

A menos de 11 dias para o tiro de largada do Nadar 12 Horas, as pessoas continuam a inscrever-se na sede do CNIL. Estão cadastrados 400 nadadores de diversas faixas etárias e sexos. A meta é inscrever meio milhão de nadadores entre federados e não federados. O bilhete de acesso à piscina é um produto não perecível.

A título de exemplo, Nelson Benjamim disse que estão confirmados os apoios das empresas Refriango, Grupo Maló Jaime Musical, Unitel, CNIL, Produtor Áudio Visual e Televisivo, Ginásio Konceito e os restaurantes Tamariz, Caz de 4, Convés e Jango Veleiro. Algumas pessoas anónimas também patrocinam o Nadar 12 Horas.

A coordenação do evento está a cargo de Nelson Benjamim, João Mendes, Andrício Domingos e Carlos Alberto, todos afectos ao Clube Náutico da Ilha de Lunada.Na lista de donativos, os promotores esperam receber leite, papas, iogourtes, sumos, frutas, bolachas, açúcar, óleo, sal, feijão, arroz, grão, café, fraldas, cotonetes, camas, berços hospitalares para adultos, lençóis, resguardos de borracha, colchões, mosquiteiros, roupas, calçados, livros, cadernos, canetas, lápis, cadeiras de rodas, monitores, aspiradores, nebulizadores, frascos de drenagem, laringoscópios, bolas de oxigénio, fontes luminosas, ente outros.