Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Náutico procura manter liderança

Álvaro Alexandre - 10 de Fevereiro, 2014

O Náutico sofre alta pressão no comando no XV Grand Slam Sportfishing Tournament. A equipa filiada no Clube Náutico da Ilha de Luanda (CNIL) lidera a competição, após à conclusão da primeira jornada, com 950,7 pontos.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Clube Náutico volta hoje a partir das 7 horas, entre dez a 40 milhas da parte costeira de Luanda a envolver-se numa campanha a toda extensão, no sentido de capturar exemplares de bico de grande porte físico, com objectivo de dar suporte legal à manutenção da liderança do XV Grand Slam Sportfishing Tournament, que encerra no próximo sábado, com a disputa da terceira e última ronda.

O Náutico sofre alta pressão no comando no XV Grand Slam Sportfishing Tournament. A equipa filiada no Clube Náutico da Ilha de Luanda (CNIL) lidera a competição, após à conclusão da primeira jornada, com 950,7 pontos. Contra os 925,5 pontos conquistados pela formação Talassa, segunda classificada da prova qualificativa para Campeonato de Pesca Desportiva de Alto Mar da presente temporada e para o Mundial por equipas de 2015, na cidade do Quepos, Costa Rica.

A ligeira vantagem de 25,2 pontos que coloca o Náutico na liderança provisória do Grand Slam Sportfishing Tournament pode ser anulada na segunda ronda, agendada para hoje, com a partida às 7 horas, na parte costeira do CNIL, com 25 embarcações. Para além de confirmada a proximidade ao topo da equipa Talassa, a condição é também partilhada pelos Tubarões Fishing Team (924,6), Doce Vela (900), Marmeladas (560,7) e Marlinheiros (550).

Na primeira ronda foram capturados 38 exemplares, distribuídos em um marlin, 15 veleiros, 19 dourados, dois atuns e um wahoo. Os pescadores que marcaram a diferença no primeiro dia de concurso foram os seguintes: Com duas capturas de veleiros foram Rui Magalhães, Team Nautico. Leonora Couto, do Doce Vela. Marco Couto, dos Tubarões Fishing Team, e o brasileiro Rafael Sasso, do Team Talassa. O atum de 13 kg foi pescado por Cesário Barbosa, do Team Akwalunga.

O wahoo de 13,1 kg foi de Rui Leal, do Team Unitel. O dourado de 16 kg foi capturado por Frederico Kiffen.
A classificação está distribuída desta forma: 1º Team Náutico (950,7), 2º Talassa (925,5), 3º Tubarões Fishing Team (924,6), 4º Doce Vela (900), 5º Marmeladas (560,7), 6º Marlinheiros (550), 7º Malembeiros (483,6), 8º Azarados (482,1), 9º Team Calulo (478,2) e 10º Lampas (474,3).
Álvaro Alexandre