Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ncleo do 1 de Agosto com prestao positiva

GAUDNCIO HAMELAY | NO LUBANGO - 28 de Dezembro, 2019

Militares huilanos dominaram os campeonatos nacionais de pista

Fotografia: AGUSTINHO NARCISO

A conquista do título de campeão nacional em pista nas distâncias de 800, 1.500 e 5.000 metros em masculino constituiu o resultado mais notável dos fundistas do núcleo do 1º de Agosto na Huíla ao longo do ano de 2019. A equipa liderada tecnicamente por Lázaro João recebeu do povo local \"condecorações\" pelo feito.
Os militares do núcleo local também tiveram participações nos campeonatos provinciais de corta-mato, de estrada e torneios promovidos pela Associação Provincial de Atletismo da Huíla.
As implicações administrativas têm efeitos imediatos nos aspectos técnicos. Lázaro João defende que \"deve haver mais apoios administrativos para avanços significativos do atletismo nacional\". O sucesso dos atletas nacionais depende das participações nas competições internacionais.
A massificação do atletismo na Huila é uma realidade. Várias escolas de formação de fundistas e velocistas viveram momentos áureos em 2019. O projecto Okuhateka está expandido em todas as localidades municipais da província e os clubes Assessoria Jamba Sport, Ferroviário da Huila, Desportivo da Huila, Interclube da Huila, Desportivo da Chibia e Sport Lubango e Benfica desfilaram as jóias em diferentes eventos.
Além do 1º de Agosto, outros grandes clubes do país continuam a investir na formação de atletas na Huila como o Petro de Luanda e Interclube. O investimento desses clubes faz da Huila o celeiro do atletismo nacional. As provas de fundo e meio fundo são dominadas por huilanos em Angola.
A formação dos atletas continua a ser feita em condições desagradáveis. Os locais são impróprios. As pistas de cinzas devem ser substituídas por tartan por ser uma necessidade urgente. A melhoria de marcas pessoais depende das condições de treinamento.