Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nico Hulkeberg satisfeito com mudanças na categoria

15 de Janeiro, 2016

Nico Hulkeberg acredita que a Force India pode tirar benefícios das novas medidas aplicadas

Fotografia: AFP

A diminuição de 12 para oito dias de testes na pré-temporada da Fórmula 1 não agradou todos os pilotos e equipas, como se poderia esperar. O alemão Nico Hulkeberg gostou da medida porque acredita que a Force India, sua equipa, pode beneficiar da nova situação, já que encerrou o Mundial de 2015 em alta.

A Fórmula 1 terá apenas duas sequências de treinos colectivos na pré-temporada, ambas no circuito espanhol de Barcelona. As primeiras actividades ocorrem de 22 a 25 de Fevereiro. As finais, de 1º a 4 de Março. O campeonato da categoria de elite do automobilismo mundial tem início no Grande Prêmio da Austrália, no dia 20 de Março.

“Menos testes podem significar melhores oportunidades nas primeiras corridas se estivermos mais bem preparados do que outros e mantivermos o embalo. No final das contas, é igual para todos e precisamos de trabalhar dentro desse tempo”, explicou o alemão.

O VJM08, modelo da Force India para 2015, foi um dos últimos carros a estrear durante a temporada passada – foi levado à pista pela primeira vez apenas no último teste de pré-temporada. Mesmo assim, a escuderia teve o melhor ano da sua história, anotando 136 pontos e a encerrar o Mundial de construtores na quinta posição.

A equipa teve um desempenho especialmente bom na segunda parte da temporada, em que apresentou uma evolução do seu carro com mudanças no bico, marcando pontos nas últimas nove corridas do ano. O destaque foi a terceira colocação de Sergio Pérez no GP da Rússia.

“É sempre difícil julgar o que os outros vão fazer e como você estará na primeira corrida, mas pelo o que vi que nosso time está fazendo e desenvolvendo acho que podemos buscar bons resultados, provavelmente até melhores do que em 2015”, analisou.