Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nico Rosberg em dia frustrante

15 de Junho, 2016

Nico Rosberg em dia frustrante

Fotografia: AFP

Na lista de perdedores, do Grande Prémio de Canadá, a Mercedes colocou Nico Rosberg. O actual líder do Campeonato Mundial de Pilotos teve um dia frustrante, à semelhança do Mónaco. Na largada, o alemão saiu mal e perdeu uma "porção" de posições. Jamais recuperou a forma como conseguiu noutros momentos, dos últimos dois anos e meio. No final, contentou-se com o quinto lugar.

A frustração tem razões preocupantes. Nico Rosberg tem uma vantagem de nove pontos, sobre Lewis Hamilton, na tabela de classificação. A queda brusca de 43 pontos em duas provas, deixa-o atónito. Tudo começou na largada. À semelhança de Espanha, Nico Rosberg saiu um pouco melhor que Lewis Hamilton e tentou mergulhar no meio. O britânico defendeu-se bem e os dois colegas da Mercedes tocaram-se levemente, mas não o suficiente para tirar alemão da pista e fazê-lo descer para o 10º lugar.

Com a melhor "máquina", recuperou os cinco lugares. Como o azar vem completo, um pneu furado levou-o às boxes. No fim, atraiu a audiência. A luta com o jovem Max Verstappen pelo quarto lugar levou outra vez para fora da pista. Sem mais nada a fazer, contentou-se com a classificação.Em declarações à TV inglesa Sky Sports, Nico Rosberg fez um grande elogiou: "Sebastian Vettel teve uma grande largada" assim como ele. Mas criticou: "Lewis teve péssima".

"Em Barcelona, saí de lado para Lewis, e funcionou bem. Tentei a mesma coisa, e Lewis fez uma manobra muito dura, mas de corrida. Tocamos e saí da pista. Não funcionou, fiquei revoltado, mas a corrida é assim. É meu trabalho certificar que esteja à frente, depois de uma batalha", avaliou.A decisão tomada podia custar um preço muito alto à Mercedes, caso arriscasse demais.

"Isso, foi custoso para mim, porque perdi muitos lugares. Dali em diante, foi uma batalha de recuperação. Quase ficamos sem combustível. Por isso, não pudemos atacar Max. Fez um grande trabalho no final", elogiou. Antes do último ataque, esclareceu as tentativas: "Tive de me afastar, tentar de novo, afastar-me e tentar de novo. No final, o pneu estava destruído. Corrida frustrante", finalizou.