Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nico Rosberg renova com a Mercedes

23 de Julho, 2016

Rosberg e a Mercedes renovaram contrato

Fotografia: AFP

O alemão Nico Rosberg, actual líder do Mundial de Fórmula 1, prolongou o seu contrato com a equipa da Mercedes, por mais duas temporadas, até 2018, anunciou o próprio piloto nas redes sociais.

Após dez corridas, Rosberg soma 168 pontos, mais um do que o britânico e companheiro de equipa Lewis Hamilton, campeão em 2008, 2014 e 2015. Na sua página oficial no Facebook, Rosberg escreveu “mais dois anos”, após ter divulgado um vídeo em que assinava o contrato com o director - executivo da Mercedes, Toto Wolff.

A equipa limitou-se a anunciar no Twitter, que o novo contrato com o alemão está “assinado, selado e enviado”, antes de ter salientado a satisfação por continuar com Rosberg, por mais dois anos.

“Nico é membro das ‘flechas prateadas,’ desde 2010, e tem um papel crucial nos êxitos da equipa”, realçou a equipa.

O piloto alemão soma 19 vitórias, em Grandes Prémios, e 25 em "pole positions".

Ontem, Lewis Hamilton novamente foi o mais rápido nas pistas. No primeiro treino livre do Grande Prémio da Hungria, o britânico da Mercedes ficou atrás do seu companheiro e líder do campeonato mundial, Nico Rosberg, no começo da parcial, mas após trocar de pneus, fez as melhores voltas da pista.

Com os pneus macios, Rosberg foi superior e anotou 1min22s801 contra 1min23s078 de Hamilton. Já com a pista seca e pneus super -macios, contudo, o britânico ousou mais e terminou na liderança do treino, cravou 1min21s347.

As Ferraris de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, respectivamente, ficaram logo a seguir. Daniel Ricciardo (5º) e Max Verstappen (6º), ambos da Red Bull, ficaram colados aos carros italianos.

Quem esteve bem na primeira parte dos treinos, no circuito de Magyar Nagydij, foram as McLarens. Fernando Alonso fez a sétima melhor marca e Jenson Button foi o oitavo classificado.

Felipe Massa, brasileiro da Williams, fez o 12º tempo, à frente do seu parceiro de equipa, Valteri Bottas. Quanto a Felipe Nasr, ficou  em 17º, ficou atrás de Marcus Ericsson, em 15º, ficou o seu companheiro na Sauber.