Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nico Rosberg sai à frente no GP da Inglaterra

06 de Julho, 2014

Chuva marcou o último dia dos treinos para o Grande Prémio de Silverstone que acontece ao princípio da tarde de hoje

Fotografia: AFP

Num treino com pista molhada, chuva que caía e parava e Williams e Ferrari eliminadas logo no Q1, era de se esperar uma surpresa na pole position do GP de Silverstone, que se disputa hoje a partir das 13h00. Porém, Nico Rosberg, da Mercedes, tratou de rechaçar essa ideia, garantindo a sua quarta pole na temporada, com o tempo de 1m35s766.

Em segundo, Sebastian Vettel, da Red Bull, que chegou a liderar por alguns segundos no fim do treino, com o bom tempo de 1m37s386. Em terceiro, outro que surpreendeu, Jenson Button, da McLaren, que fechou com a marca de 1m38s200.

Na quarta posição, larga o piloto da Force India, Nico Hulkenberg, com o tempo de 1m38s329, seguido por Kevin Magnussen, da McLaren, com a marca de 1m38s417. Em sexto, mais uma surpresa, Lewis Hamilton, da Mercedes, que não teve oportunidade de cravar uma última volta boa e fechou com 1m39s232.

O sétimo foi Sergio Pérez, da Force India, com 1m40s457, seguido por Daniel Ricciardo, da Red Bull, na casa de 1m40s606. Na nona e décima colocações, a dupla da Toro Rosso, Jean-Eric Vergne (1m40s707), e Daniil Kvyat (1m40s855).

O TREINO

  Com a pista molhada, muitos pilotos saíram cedo para garantirem o melhor tempo. O treino "bizarro" pode ser explicado pelos dez primeiros, já que entre eles havia Kvyat, em segundo, Bianchi, em quarto, Chilton, em sexto, e Sutil, em nono. Entre os eliminados, por incrível que pareça, Valtteri Bottas, da Williams, em 17.º, com o seu companheiro Felipe Massa em 18.º, seguido pelas Ferrari de Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, além de Ericsson e Kobayashi, da Caterham.

"Fizemos tudo errado. Fizemos a estratégia errada, esperamos muito pra sair. Não tivemos oportunidade de lutar pela estratégia. Jogamos ao lixo uma oportunidade de largar bem com os dois carros", comentou Felipe Massa, à Rede Globo.

No Q2, a pista alternou entre seca e molhada, oferecendo a alguns pilotos a chance de ocupar boas posições em certos momentos do treino, como Bianchi, Sutil e Chilton entre os dez primeiros.Mas logo no começo do treino, Hamilton garantiu a liderança, seguido por Rosberg, enquanto Vettel, Button e Kvyat completaram os cinco primeiros.Os eliminados foram Romain Grosjean, da Lotus, seguido por Jules Bianchi e Max Chilton, da Marussia, que garantiram a melhor posição de largada da história da equipa, além de Gutierrez, da Sauber, que rodou e bateu após passar com o pneu pela zebra. Fechando a lista dos eliminados, Pastor Maldonado, da Lotus, e Adrian Sutil, da Sauber, que não marcou tempo.

O Q3 começou com duplas, as Mercedes, Red Bull, McLaren, Force India e Toro Rosso. Mas logo com dois minutos, a chuva voltou e Sergio Pérez conseguiu completar a volta e garantir a primeira liderança da bateria,          seguido por Ricciardo e as duas Toro Rosso.

Na sua primeira volta, Lewis Hamilton e Nico Rosberg conseguiram tomar as duas primeiras posições. Com seis minutos para o fim do treino, a chuva parou e os carros foram levados às boxes, para tentar garantir uma última volta rápida.

Faltando dois minutos para o fim do treino, os carros voltaram à pista, com as McLaren a sair primeiro. Pérez não conseguiu abrir a volta a tempo e perdeu a oportunidade de melhrorar o terceiro lugar. Vettel conseguiu uma volta incrível e conquistou a liderança, mas Rosberg conseguiu  superar-se e garantir a pole, deixando Vettel em segundo e Button em terceiro.