Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nico Rosberg sai frente no Grande Prmio da Alemanha

20 de Julho, 2014

Rosberg tenta o melhor resultado em casa depois da qualificao folgada ontem com o despiste do Mercedes de Lewis Hamilton um forte adversrio

Nico Rosberg (Mercedes) conquistou ontem a "pole position" do GP da Alemanha, numa qualificação que ficou marcada pelo despiste do seu companheiro de equipa Lewis Hamilton.

O piloto, que lidera o Mundial com quatro pontos de vantagem sobre Hamilton, fica assim sem a concorrência do principal rival, pelo menos na primeira parte da corrida - Hamilton vai largar do 15.º lugar. Rosberg larga da grelha de partida com Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) ao lado. Na segunda fila vão estar  Felipe Massa (Williams-Mercedes) e Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes).

Logo a seguir ficaram os dois pilotos da Red Bull-Renault, com Daniel Ricciardo melhor do que Sebastian Vettel, uma vez mais. Só depois se qualificou Fernando Alonso (Ferrari), terceiro no Mundial de Pilotos.

Rosberg queria ter a concorrência de  Lewis Hamilton, que bateu na primeira parte do treino classificatório, devido a falha nos travões.

"Estar na pole em casa é fantástico. É claro que eu gostava mais se houvesse uma disputa com Lewis, estou um pouco menos feliz porque ele não teve uma oportunidade no fim. Mas ainda é um dia fantástico", afirmou Rosberg.

Hamilton era o segundo colocado do Q1 em Hockenheim quando escapou na Curva 13, rodou e foi em direção à barreira de protecção após uma quebra no disco dianteiro do travão da sua Mercedes. Ele chegou a avançar para o Q2, etapa da qual não participou devido ao acidente.

Hamilton ficaria em 16.º, mas ainda foi beneficiado por uma punição a Esteban Gutiérrez, que perdeu três postos por ter provocado um acidente com Pastor Maldonado no GP da Inglaterra.

"Nós usamos travões diferentes, então o problema que ele teve não aconteceu comigo. Não sei os detalhes do outro carro, eu estava confortável para continuar a forçar", afirmou Rosberg.