Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nico Roseberg conquista terceiro triunfo consecutivo

18 de Abril, 2016

Nico Rosberg chegou aos setenta e cinco pontos enquanto Hamilton tem trinta e nove após três etapas disputadas

Fotografia: AFP

Uma primeira curva acidentada e um Safety Car trouxeram emoção ao GP da China, mas não travaram Nico Rosberg que conquistou a sexta vitória consecutiva - a terceira nesta temporada - e ampliou ainda a vantagem na tabela classificativa do mundial de pilotos.

Mesmo depois de bater o companheiro da Ferrari Kimi Raikkonen,  Sebastian Vettel  recuperou para alcançar o segundo lugar, seguido por Daniil Kvyat, da Red Bull.

Daniel Ricciardo chegou a liderar, mas também teve de fazer muitas ultrapassagens depois de ter um pneu furado no início da prova e foi o quarto classificado. Raikkonen foi outro que atingiu o pelotão após substituir a asa dianteira na primeira volta para ser o quinto posicionado.

Apesar de largar em último e ser uma das vítimas dos embates do início do GP, Lewis Hamilton fez uma prova de recuperação, mas não passou da sétima posição.

Felipe Massa  defendeu-se bem dos ataques do britânico para ser o sexto colocado, enquanto Felipe Nasr foi outro que perdeu na primeira curva, fez uma prova apagada e foi o 20º colocado. Com este resultado, Nico Rosberg chegou a 75 pontos no campeonato, enquanto Hamilton tem 39 após três etapas disputadas. Daniel Ricciardo está colado ao britânico, com 36 pontos e Vettel vem em quarto com 33 pontos.

PARTIDA
MOVIMENTADA

Com menos aderência ao largar com os pneus macios, Nico Rosberg não foi ágil  e Daniel Ricciardo tomou a liderança. Numa óptima partida, o companheiro do australiano Daniil Kvyat tomou o terceiro posto, beneficiando de um embate entre as Ferrari. "Uma Red Bull veio que nem louco por dentro e não pude evitar bater em Kimi", justificou Sebastian Vettel.

O embate acabou por danificar  o bico da Ferrari de Raikkonen, que teve de ir para as boxes e causou um efeito cascata no meio da grelha: para  evitar os detritos da Ferrari, Nasr embateu em Hamilton, e Ericsson  em Grosjean. Assim, ao final da primeira volta, Raikkonen, Hamilton, Nasr e Grosjean tiveram de ir às boxes.

Assim, Ricciardo fechou a primeira volta em primeiro, seguido por Rosberg, Kvyat, Perez, Hulkenberg, Sainz, Massa, Vettel, Button e Bottas. Porém, depois de ter passado pelos detritos dos toques da primeira curva, Ricciardo teve um pneu furado e partiu para a luta pela vitória. A temer de novos furos, a direcção de prova colocou o Safety Car na pista, o que levou a maioria dos pilotos para as boxes.

A corrida recomeçou na nona volta. Com Rosberg em primeiro, seguido por Massa, Alonso, Wehrlein - todos os que não pararam no Safety Car - Kvyat, Gutierrez, Palmer, Bottas e Button. Com vários carros mais lentos fora de posição devido às tácticas distintas e as Ferrari, Ricciardo e Hamilton fora de posição, a prova recomeçou movimentada, com várias ultrapassagens.