Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Niki Lauda homenageado com Prémio Honorário

20 de Abril, 2016

Estreia na F1 aconteceu em 1971 em March mas a primeira vitória foi em 1974 na Ferrari

Fotografia: AFP

Niki Lauda foi homenageado em Berlim na última segunda-feira dia 18 em mais uma edição do Prémio Laureus, considerado o mais importante do desporto mundial. O tricampeão da F1 recebeu a estatueta de feitos durante a carreira.

Três títulos mundiais como piloto, 25 vitórias, 54 pódios, mais títulos como dirigente, filme de Hollywood e uma das histórias de sobrevivência e superação mais memoráveis da história da F1.

Niki Lauda é parte da história do automobilismo, não há dúvida, e por isso recebeu o Prémio de Carreira do Laureus - considerada a grande premiação do desporto - nesta segunda-feira (18).

Lauda foi um dos quatro membros da Mercedes convidados à cerimónia, que aconteceu no Messe Palais, em Berlim. Toto Wolff, Nico Rosberg e Lewis Hamilton. Desde 2012, Niki ocupa o cargo de presidente não -executivo da Mercedes. Antes de chegar à equipa alemã, foi consultor na Ferrari e chefe da Jaguar.

A estreia de Lauda na F1 aconteceu em 1971 em March, mas a primeira vitória aconteceu em 1974 na Ferrari. Foi pela equipa de Maranello que ele venceu os Mundiais de 1975 e 1977.
Depois foi à Brabham e decidiu  aposentar-se antes de voltar a vida activa pela McLaren em 1982 para guiar por mais quatro anos e conquistar um último título, em 1984.
 Entre os dois títulos pela Ferrari, cresceu a antiga rivalidade com James Hunt na luta pelo título. Até que em Nürburgring, Lauda sofreu o acidente seguido de incêndio que o mandou para o hospital em condição crítica.

Um mês e meio após o acidente, estava de volta ao carro. Os acontecimentos desta temporada viraram cinema no filme 'Rush - No Limite (2013)'. Inclusive foi das mãos do actor Daniel Brühl, que o interpretou no filme, que recebeu a estatueta.

Hamilton também estava indicado o Atleta Masculino do Ano, mas perdeu para o tenista Novak Djokovic. E acabou derrotado, já que Serena Williams foi quem ficou com a estatueta de Atleta Feminina do Ano.

O prémio de Equipa do Ano ficou com a selecção de rúgbi da Nova Zelândia, campeã mundial em 2015. O nadador brasileiro Daniel Dias levou a estatueta de Personalidade Desportiva do Ano entre atletas paralímpicos.
Desde 1993 Lauda está no Hall da  Fama Internacional do Desporto a Motor.

FILHO DE SCHUMACHER
VENCE PROVA DE FÓRMULA-1


O alemão Mick Schumacher, de 17 anos, filho do heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher, venceu no domingo a terceira corrida da etapa de Oschersleben (Alemanha) da Fórmula 4.

Diante de 20 mil espectadores, Mick que é piloto da Prema Powerteam  deixou o australiano Joey Mawson (Van Amersfoort) que tinha vencido as outras duas provas, na segunda posição. O terceiro lugar foi do austríaco Thomas Preining (Lechner Racing).

Trata-se da segunda vitória do alemão na categoria. No ano passado, quando ainda competia pela Amersfoort Racing,  levou à melhor justamente na terceira corrida de Oschersleben.

"A vitória na terceira corrida é um final perfeito para um fim de semana não tão perfeito", comentou o jovem piloto alemão, que foi nono colocado no sábado e 12º na primeira das duas disputas deste domingo.