Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Novo treinador aposta no regresso aos títulos

12 de Julho, 2015

Carlos Hendrick apostou no mercado espanhol para manter a equipa principal de basquetebol na senda das conquistas de títulos

Fotografia: Clube 1º de Agosto

O homem forte para o basquetebol da formação do 1º de Agosto, minimizou o tempo de duração de contrato com o técnico espanhol, que assume o comando da equipa depois da demissão do angolano Paulo Macedo.

“Devo  dizer que o tempo não é fechado. Nós iniciámos esta experiência,  se correr bem, vamos como é evidente prolongar o contrato por tempo que acharmos necessário. É um treinador, que tivemos oportunidade de escolher bem, se repararem, nós não ficamos nos dois primeiros lugares, mais somos a equipa que forneceu o maior número de atletas à selecção. E se considerarmos os atletas que saíram daqui para ir fazer formação no exterior do país, posso aqui afirmar que 70 por cento da selecção é equipa do 1º de Agosto e isso, leva-nos  a uma responsabilidade muito maior, daí que, tivemos de escolher um treinador com perfil de formador”. José Moniz esclareceu que o técnico precisa de adaptar-se ao país e as características do basquetebol angolano, daí que, decidiram rubricar um contrato de apenas 12 meses.

“O técnico vem pela primeira vez a Angola, terá de adaptar-se à realidade angolana. Portanto, as competências do técnico não estão em dúvidas, o que há é um processo natural de adaptação e nós preferimos, que o acordo inicial fosse de apenas um ano”.

José Moniz revelou por outro lado, que tencionam reforçar as duas vagas reservadas aos atletas estrangeiros.

“Nós não vamos nos reforçar com nenhum atleta nacional porque achamos que temos plantel suficiente. Vamos é preencher eventualmente as duas vagas reservadas aos estrangeiros. Cedrick e Roderick Nealy serão observados pelo novo treinador e só depois iremos tomar uma decisão”. 


Casas assume discurso vitorioso
Técnico  vai coordenar todo o basquetebol
do Clube Central das Forças Armadas


Conquistar todas as provas em que estiver engajado na época desportiva 2015/2016 constitui prioridade premente do novo treinador da equipa sénior masculina do 1º de Agosto, o espanhol Ricard Casas, que rubricou um contrato de 12 meses com a equipa rubro e negra.

O substituto do técnico angolano, Paulo Macedo, que colocou o  lugar à disposição, depois de “coleccionar” fracassos em duas épocas, foi apresentado na última sexta-feira, em conferência de imprensa, realizada numa das salas de reuniões do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.

Ricard Casas, de 52 anos de idade, para além de assumir o comando da equipa sénior masculina, vai coordenar todo o basquetebol do 1º de Agosto.

O técnico espanhol passa a ter como adjuntos, Aníbal Moreira e Miguel Pontes Lutonda, dois antigos internacionais angolanos, que na temporada passada orientaram a Marinha de Guerra, equipa satélite do Clube 1º de Agosto.

Na ocasião, Ricard Casas, agradeceu a confiança que lhe foi depositada pelo elenco liderado pelo Carlos Hendrick, para conduzir a equipa nos próximos 12 meses.

“Gostaria de agradecer, em primeiro lugar, ao general Carlos Hendrick e seu staff, por me terem proporcionado a oportunidade de trabalhar num dos maiores clubes de Angola e de África. Tenho consciência do nível de exigência do clube e como gosto de desafios não pensei duas vezes em aceitar treinar a equipa do 1º de Agosto. Pela dimensão do clube, é natural, que entre em todas as provas para vencer e nós estamos aqui para materializar esses objectivos”, asseverou o novo treinador do 1º de Agosto.

Para a consumação dos objectivos, o técnico espanhol espera contar com as colaborações dos seus adjuntos, designadamente, Aníbal Moreira e Miguel Pontes Lutonda, este último, que conquistou vários títulos ao serviço da equipa militar.

“Naturalmente, que terei de receber muitos imputes dos meus adjuntos. Ambos foram internacionais angolanos e têm tarimba mais do que suficiente para me auxiliarem durante a temporada 2015/2016”. Ricard Casas enalteceu por outro lado, a aposta que o clube faz aos escalões de formação.

“Um clube com a dimensão do 1º de Agosto, nunca por nunca, iria colocar de parte os escalões de formação. Vamos continuar a trabalhar e potenciar cada vez mais os nossos atletas, desde os escalões de formação até aos seniores”, revelou o técnico que se mostrou maravilhado com as infra-estruturas do clube.

Casas, iniciou a carreira de treinador como adjunto e preparador físico do TDK Manresa de Espanha, em 1988.  Com 26 anos de idade, tornou-se um dos mais novos treinadores no basquetebol espanhol, ao substituir Flor Melendez no comando técnico do TDK Manresa, onde se manteve até 2005.

Posteriormente, orientou o Pamesa Valência, onde esteve durante duas épocas, transferiu-se em 2007 para  Vive Menorca, equipa que orientou durante três temporadas até chegar a Valladolid.

Casas teve a sua primeira experiência no estrangeiro, no início deste ano, quando orientou o Toros de Aragua da Venezuela. O técnico espanhol foi campeão europeu enquanto adjunto da selecção de Espanha, em 2011 e medalha de prata com a selecção de sub-20 de Espanha no europeu de 2002 .  


No Afrobasket
Ricard Casas
observa atletas


O treinador principal de basquetebol do 1º de Agosto, Ricard Casas, vai testemunhar a disputa da 28ª edição do Campeonato Africano das Nações da Tunísia, prova a decorrer de 19 a 30 de Agosto, a fim de observar os seus atletas que estão ao serviço da Selecção Nacional.

O facto foi revelado na última sexta-feira, pelo técnico espanhol, após a conferência de imprensa, que serviu para a sua apresentação.

“De facto a direcção do 1º de Agosto deu-me esta oportunidade para começar já a observar os atletas com quem vou trabalhar. Nos próximos dias, vou tomar contacto com a maior parte deles e quando começar o Afrobasket lá estaremos para seguir o desempenho dos outros atletas que estão ao serviço da selecção”.

Dos 15 atletas convocados para a campanha Afrobasket, seis são do 1º de Agosto, designadamente, Felizardo Ambrósio "Miller", Armando Costa, Hermenegildo Santos, Edson Ndoniema, Edmir Lucas e Reggie Morre.                           


NBA
LeBron James
renova com Cavs

LeBron James vai renovar por duas temporadas com os Cleveland Cavaliers, adiantou a ESPN. O extremo prepara-se para auferir 41 milhões de euros, nesse período, embora tenha a possibilidade de sair no final do primeiro ano, mantendo o seu “plano” de renovar época a época, possivelmente até 2017, quando é esperado que o tecto salarial dê um salto.

Recorde-se que Kevin Love, o outro “free agent” da equipa, já acertou a renovação por cinco temporadas, por um valor a rondar os 102 milhões de euros.


LUÍS MAGALHÃES
 ASSUME CAVO VERDE


O português Luís Magalhães é o novo treinador da selecção cabo-verdiana de basquetebol, disse esta quarta-feira, o presidente da Federação Cabo-verdiana de Basquetebol (FCBB), Kitana Cabral, em declarações à imprensa cabo-verdiana.

De acordo com o líder federativo, Luís Magalhães chega a Cabo Verde na próxima semana, a tempo ainda de assistir à final do campeonato nacional de basquetebol, e vai ter como primeiro objectivo preparar a selecção para o Afrobasket 2015, em Agosto, na Tunísia.

Luís Magalhães, de 57 anos, conhece bem a realidade do basquetebol do continente africano, pois já treinou  em Angola, com a qual venceu a edição do campeonato africano em 2009. Além disso, foi campeão angolano pelo 1.º de Agosto e orientou o Recreativo Libolo.

Magalhães vai substituir o antigo internacional Rodrigo Mascarenhas, que comandou a selecção cabo-verdiana no apuramento para a prova maior do basquetebol de selecções em África.