Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Novos donos apresentam boas novidades

26 de Julho, 2017

Novos donos da Fórmula 1

Fotografia: MARWAN NAAMANI | afp

Uma das novidades que os novos donos da Fórmula 1 tentaram introduzir nos últimos meses acabou por não dar certo: a venda de ações da categoria para as próprias equipas. Sem interessados, a Liberty Media decidiu acabar com a oferta.

A empresa norte-americana comprou o campeonato ano passado em um negócio de mais de 600 milhões de dólares e tinha reservado acções com o valor aproximado de 400 milhões para as equipas.

Porém, com a queda no valor dos papéis, não houve interessados. Além disso, as equipas com mais dinheiro acreditaram que o pacote oferecido não era atrativo por não oferecer vantagens em votações sobre o futuro da categoria. Mesmo sem o interesse, o CEO do Liberty Media, Chase Carey, afirmou que a relação de cooperação entre dirigentes e equipes segue firme.

“Ainda que a janela para este tipo de investimento tenha passado, estamos felizes em tomar decisões de forma colaborativa com as equipas. Estas discussões levarão tempo, mas estamos satisfeitos com a sua receptividade em relação a alinhamentos futuros visando o benefício do desporto a longo prazo.”

A presença de equipas da F-1 no mercado financeiro não é grande. Actualmente, apenas a Ferrari tem ações da categoria, em negócio feito ainda na época em que Bernie Ecclestone comandava o desporto.