Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Nunda reala organizao de grandes provas em Angola

Benigno Narciso, no Lubango - 13 de Julho, 2013

Chefe do Estado-Maior General das FAA destacou empenho dos seus efectivos durante os jogos

Fotografia: Jornal dos Desportos

O oficial General das Forças Armadas Angolanas (FAA), exaltou a capacidade organizativa de Angola quando procedia recentemente na capital huilana ao discurso de encerramento dos VIII Jogos Desportivos Militares do Exército, disputados de 15 Junho último a seis do corrente, nas províncias da Huíla e de Benguela.

Geraldo Sachipengo Nunda indicou que os avanços que o país regista na organização de acontecimentos desportivos internacionais têm permitido colocar a bandeira nacional nos mais altos mastros das competições do continente e do mundo.

Referiu que o facto tem atraído directamente as atenções daqueles que pensavam que o povo angolano só é conhecido pelo seu heroísmo nas lutas travadas em diversas etapas da conquista da sua liberdade, da paz e da democracia permite assim dar a imagem real de uma nação que cresce todos os dias e se desenvolve com olhos virados para o futuro.

O país tem estado a subir todos os dias, a demonstrar à África e ao Mundo uma reconhecida capacidade de organização desportiva que tem permitido colocar a nossa bandeira nacional nos mais altos mastros das competições do continente e do mundo, contribuindo para atrair a atenção daqueles que pensavam que o povo angolano só é conhecido pelo seu heroísmo nas lutas travadas em diversas etapas da conquista da sua liberdade, da paz e da democracia, disse.

Sublinhou que o desporto constituí um importante instrumento de aproximação de culturas e línguas diferentes ao mesmo tempo rompe as fronteiras entre as culturas e nações na consolidação da solidariedade universal e superação das barreiras que no decorrer da história da humanidade limitavam o horizonte das sociedades às suas fronteiras geográficas.


CONSTATAÇÃO
Prática desportiva
eleva condição física


O Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas, General de Exército Geraldo Sachipengo Nunda, disse que a organização periódica da prática desportiva no seio das tropas, visa preservar um porte atlético e saudável dos homens e mulheres em uniforme condição para o desempenho e cumprimento das tarefas e missões.

O General fez essa afirmação na cidade do Lubango, por ocasião do acto de encerramento dos VIII Jogos Desportivos Militares do Exército, que decorreram de 15 Junho a seis do corrente, nas províncias da Huíla e de Benguela.

O chefe do Estado-Maior General das FAA sublinhou que o desporto fortalece o corpo e a alma das tropas, cria o espírito de equipa, enobrece o sentimento de vitória das unidades, permite a manutenção do físico, retempera o sentido de missão e garante a obtenção de bons resultados no cumprimento das missões.

Geraldo Sachipengo Nunda assegurou que os resultados positivos obtidos com a disputa dos jogos, resultaram da dedicação e entrega dos diferentes responsáveis e órgãos do Exército, das equipas participantes bem como da solidariedade e do carinho das autoridades das províncias da Huíla e de Benguela.

Os Jogos Desportivos Militares do Exército são disputados de dois em dois anos pelas distintas regiões que perfazem o ramo, designadamente Região Militares Sul, Centro, Leste, Norte e de Cabinda e Comando do Exército.

Os jogos servem de preparação de antecâmara e selecção dos atletas que representam o ramo do Exército nos Jogos Desportivos Militares das Forças Armadas Angolanas que este ano se disputam nas províncias do Huambo e Bié durante os meses de Agosto e Setembro próximos.                              Benigno Narciso


DESPORTO
FAA chamadas a acompanhar a evolução


As Forças Armadas Angolanas (FAA), são chamadas a acompanhar a evolução que o desporto nacional tem estado a registar e a preparar a juventude militar para os desafios que se impõem ao desporto moderno.

A exortação é do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas, General de Exército Geraldo Sachipengo Nunda.
Ressaltou que a disciplina e a organização são necessárias para o acompanhamento da evolução do desporto moderno, constituem factores indispensáveis para cada um dos membros das Forças Armadas Angolanas.

O chefe do Estado-Maior General das FAA referiu que a nação tem um sentimento de orgulho pelas Forças Armadas Angolanas pelas proezas e feitos que alcançaram em prol da pátria angolana antes e depois da independência do país e pelas diversas manifestações desportivas, culturais e cívicas por elas realizadas.

A nação tem um sentimento de orgulho pelas FAA, por aquilo que foram capazes de alcançar pela pátria angolana antes e depois da independência do nosso país e pelas diversas manifestações desportivas, culturais e cívicas por eles realizadas, avançou.

Indicou a necessidade de se continuar a desenvolver as aptidões desportivas dos efectivos e de se explorar outras no seio das FAA.Precisamos de continuar a desenvolver as aptidões, explorar outras novas que pela sua capacidade de mobilização e coerência e propósito, possam contribuir para enaltecer os valores desportivos nas FAA”, indicou.                                        Benigno Narciso