Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

OMS exige testes virais nas águas

16 de Agosto, 2015

Fotografia: AFP

O pedido da OMS vai na contramão do que o Comité Olímpico Internacional (COI) decidiu a semana passada. O director executivo das Olimpíadas, Christophe Dubi, descartou analisar amostras em busca de vírus, seguindo uma suposta orientação da própria OMS, de que os testes bacterianos já seriam o suficiente.

Na sexta, a OMS negou que "tenha aconselhado contra testes virais" e reiterou o seu apoio a medida, como já havia feito no início do mês. "A OMS sugeriu ao COI que amplie a sua base de indicadores científicos para incluir viroses", informou um comunicado da OMS, no dia 1 de Agosto.

Testes para avaliar a presença de vírus nas águas cariocas também são cobrados por entidades desportivas. No dia 4, a Federação Internacional de Remo exigiu análises deste nível nas águas da Lagoa Rodrigo de Freitas, que receberá os eventos de remo e canoagem velocidade nos Jogos do Rio, em 2016.