Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Operao Tunes atarefa Seleco Nacional

Rosa Panzo - 03 de Abril, 2016

Angolanos esto vidos de obter segunda qualificao depois da estreia nos Jogos de Pequim

Fotografia: Dombele Bernardo

Sob orientação do seleccionador Morais Abreu, as duplas realizam trabalhos preparatórios na Arena Atlântida, à Ilha do Cabo, em Luanda. Constituídas por Eden Serqueira/Márcio Serqueira e Edgar Figueiredo/Morais Abreu, as duplas disputam as vagas com representantes de 12 países africanos.

À semelhança de outras selecções nacionais, a de voleibol de praia também corre o risco de falhar a competição continental em função da situação económica e financeira do país. Pelo valor competitivo evidenciado nas diferentes frentes desportivas do continente, uma "luz verde" vislumbra no fundo do túnel. O presidente da Federação Angolana de Voleibol garantiu ao Jornal dos Desportos a preocupação do Ministério da Juventude e Desportos.

"Interagimos com o Ministério da Juventude e Desportos  e a instituição está a envidar esforços para criar as condições necessárias para a participação da selecção nacional na última prova de qualificação ao Rio'2016", disse.

Valentim Domingos ressaltou que a participação de Angola no Africano de Tunis "é uma das prioridades do Ministério da Juventude e Desportos" e a equipa técnica está orientada para trabalhar com afinco para carimbar o visto de acesso às terras dos flamingos.

No Egipto, Angola discutiu duas vagas de acesso para a fase final de apuramento  para o grupo C ao lado das selecções de Gabão, Zimbabwe, República Democrática do Congo, Namíbia, Burundi, Chade e dos anfitriões.

Recorda-se que Emanuel Fernandes "Manucho" e Morais Abreu foram os primeiros angolanos a erguer a bandeira de Angola no torneio de voleibol de praia dos Jogos Olímpicos. O evento decorreu em Beijing, em 2008.