Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Paralmpicos avaliam estado actual no pas

21 de Fevereiro, 2019

Futuro do desporto paralmpico vai conhecer novas estratgias de relanamento no certame a realizar-se hoje na sede social do CPA

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

O Secretário Geral do Comité Paralímpico Angolano (CPA), António da Luz, considera que a especialidade no país precisa do apoio de todos os sectores para que se desenvolva e atinja níveis aceitáveis e compatíveis com os de outras realidades. O dirigente falava ao Jornal dos Desportos sobre o Encontro Nacional do Desporto para Pessoas com Deficiências que a instituição realiza amanhã.
\"O estado do desporto adaptado no país podia ser melhor, se houvesse maior apoio à especialidade por parte das estruturas provinciais e de todos os sectores da sociedade\", disse.
O Encontro Nacional acontece a partir das 9h00, na sede do CPA, e vai contar com a presença de representantes de todas as províncias, além de convidados.
António da Luz espera por discussões abertas, em relação aos temas agendados, para que se produzam decisões que venham alterar, para melhor, o quadro do desporto adaptado.
\"O estado do desporto paralímpico em Angola\" vai ser um dos temas em abordagem durante o evento. Da agenda, realce vai para a abordagem ao \"Projecto Criança\" que o CPA volta a implementar, depois de o ter lançado nos anos 2008 e 2009.
António da Luz disse que \"a implementação do projecto parou por ser cara\". Questionado sobre a existência de financiamento para o \"retomar\", o dirigente referiu que o CPA \"tem contactos avançados com um patrocinador\".
A agenda do Encontro inscreve também abordagens sobre o \"Funcionamento das associações e dos núcleos desportivos\", \"Organização Administrativa\", \"Aprovação do programa desportivo de 2019/2020 e os Jogos Paralímpicos de Tóquio\'2020\".
O programa desportivo de 2019/2020 vai ser marcado não só pelos campeonatos nacionais, mas pela participação em distintos torneios qualificativos para os Jogos Paralímpicos de Tóquio.

TAÇA SAYOVO
SAI EM MARÇO

A realização da Taça José Sayovo, em Março, é um dos pontos de destaque do programa desportivo 2019/2020. Depois de \"falhar\" no ano de 2018 por indisponibilidade financeira, a prova vai ser mantida no calendário de competições do Comité Paralímpico Angolano, segundo António da Luz, executivo do CPA.
A competição foi instituída em 2015 pelo Ministério da Juventude e Desportos para homenagear o recordista paralímpico mundial José Sayovo. Por esse feito, o CPA aguarda a disponibilidade financeira pelo órgão reitor do desporto no país para a realização do evento.
O atleta paralímpico angolano conquistou três medalhas de ouro nos Jogos Paralímpicos de Atenas, Grécia, em 2004, nas provas de 100, 200 e 400 metros na classe de T11 (deficiência visual total), além de outras provas internacionais.