Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pascal Wehrlein faz melhor tempo

28 de Novembro, 2014

Campeão da DTM de 2014 mantém a imagem da Mercedes em Abu Dhabi

Fotografia: AFP

O piloto suplente da Mercedes, Pascal Wehrlein, estabeleceu o melhor tempo no segundo e último dia de testes do ano de 2014 da Fórmula 1 no circuito de Yas Marina, Abu Dhabi. O campeão deste ano do DTM registou o tempo de 1min42s624 na sua melhor volta.

Marciello, da Ferrari, ficou a 0s589 na segunda posição e Max Verstappen, da Toro Rosso, ocupou a terceira posição.

Fora do pódio, Marcus Ericcsson, da Sauber, ficou em quarto lugar, seguido de Will Stevens (Caterham), que encerrou mais cedo as suas actividades devido a um vazamento de combustível. A sexta marca ficou com o Force India de Richard Goddard.

Os testes também contaram com Daniel Ricciardo, da Red Bull, que encerrou o dia prematuramente devido a um incêndio no seu carro. Felipe Nasr, a Williams, Alex Lynn e Esteban Ocon, da Lotus, encerraram a lista.

A McLaren não registou tempos com o belga Stoffel Vandoorne. O piloto completou apenas duas voltas, mas não houve registo de marcas.

Os carros da Fórmula 1 voltam à pista em 2015, no dia 1º de Fevereiro, quando começarem os trabalhos no circuito espanhol de Jerez de La Frontera.

FORCE INDIA
TESTA SISTEMA

A Force India testou o sistema Info Wing, desenvolvido por Anthony Hamilton, pai do bicampeão mundial Lewis Hamilton. O sistema tem como objectivo ajudar a informar melhor os fãs nas pistas e pela TV.

O sistema é um aparato de fibra de carbono, que se encaixa no santo-antónio , local em que a as câmaras das transmissões da FOM TV são montadas nos carros.

O objectivo, segundo Anthony Hamilton, é que o equipamento melhore a experiência dos adeptos que usam telas em LED para exibir informações sobre a corrida, como o nome do piloto, posição ocupada no momento e que compostos de pneus o competidor está a usar.

A avaliação tem supervisão da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que está interessada nas respostas que o sistema possa dar aos adeptos.

VERGNE DEIXA
TORO ROSSO

O francês Jean-Eric Vergne anunciou na sua conta pessoal no Twitter que está de saída da Toro Rosso, equipa que defendeu nas três últimas épocas do mundial de Fórmula 1. O piloto sabia que corria risco de perder o seu assento na equipa de Faenza, quando anunciou no meio da época que Max Versrtappen faria a dupla de pilotos de 2015 com Daniil Kvyat.

A saída de Sebastian Vettel, da Red Bull, e a promoção do russo à equipa principal da marca de bebidas energéticas abrem boas perspectivas a Jean-Eric Vergne. Contudo, o gaulês anunciou que o seu compromisso com a Toro Rosso chegou ao fim. Com isso, o caminho para a chegada de Carlos Sainz Jr à Fórmula 1 está aberto.

O piloto estreou-se na F1 em 2012, quando em companhia de Daniel Ricciardo assumiram as vagas abertas com as saídas de Sebastien Buemi e Jaime Alguersuari da equipe italiana.


APÓS DECEPÇÃO
Nico Rosberg
recupera prazer


Nico Rosberg teve uma decepção ao terminar o GP de Abu Dhabi, disputado no último domingo na pista de Yas Marina. O piloto da Mercedes foi o 14º classificado da prova e terminou a época como vice-campeão mundial. Porém, dois dias depois de uma enorme frustração, diz que reencontrou o prazer de pilotar ao treinar na mesma pista com o seu Mercedes F1W05 Hybrid e conseguir o terceiro tempo na tabela do dia de treinos.

“Não foi fácil estar de volta no carro depois de domingo, mas após cerca de 20 voltas, encontrei o meu ritmo novamente e foi divertido. Temos tão poucos testes na F1 actualmente e cada dia conta. Por isso, não havia nenhum motivo para não testar, mesmo após a decepção de domingo”, disse.

O alemão assegurou que começou a sua nova época, porquanto testou os pneus para o próximo ano e o dia serviu de aprendizado.

\"Foi um bom dia, porque a equipa tem o seu próprio programa a cumprir e não posso usar o tempo para mim e para as coisas que preciso aprender; vêm os testes de inverno e é necessário que sejamos mais velozes”, comentou.

Nico Rosberg admite que está ansioso para descansar, ter as suas merecidas férias e voltar para 2015 com ânimo renovado.

“Tivemos uma época incrível, mas é sempre possível melhorar o carro e até a mim como piloto. Essa é a beleza do desporto. No próximo ano, vou ser ainda mais forte”, concluiu.