Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pedro Emous coordena comissão eleitoral

Rosa Napoleão - 09 de Novembro, 2016

Pedro Emous vai contar com o apoio de Inês Malembe como vice e Fernando Costa,

Fotografia: Jornal dos Desportos

O secretário geral da Federação Angolana de Ju-jitsu, Pedro Emous, vai coordenar o processo eleitoral para a renovação dos novos corpos sociais na Federação Angolana de Judo, para o quadriénio  2016-2020. A decisão foi tomada em assembleia-geral ordinária que decorreu na sede social da instituição, sita na Cidadela Desportiva.

Pedro Emous vai contar com o apoio de Inês Malembe como vice e Fernando Costa, como secretária. Em declarações ao Jornal dos Desportos, o secretário geral cessante, N'zinga Pedro, confirmou o interesse da direcção cessante liderada por Paulo N'zinga Apoló, recandidatar-se ao cargo.  A razão da vontade de permanecer no comando da modalidade prende-se com a necessidade de se concluir o programa elaborado no mandato anterior, mas que ficaram engavetados, por dificuldades financeiras.

"Tivemos alguns impasses por causa dos problemas de ordem financeira, e muitos projectos ficaram por se concluir. Não gostaríamos de deixar as coisas por fazer, mas consumar aquilo que projectamos. Já terminamos com as legalizações das associações provinciais, agora vamos expandir também as associações municipais para auxiliarem os trabalhos das associações provinciais".

N'zinga Pedro referiu ainda que a falta de patrocinadores, torna difícil a realização de eventos desportivos, tanto no país como além fronteiras.  "Queremos neste nova época conseguir patrocínios, para nos auxiliar na organização dos eventos competitivos, como torneios e campeonatos. Depender somente do orçamento é bastante complicado", disse.

Outro assunto que deverá merecer tratamento segundo o secretário, é a questão dos destinos dos materiais de treinamentos e equipamentos doados pela federação do Japão. "Vamos entrar em contacto com a federação do Japão, que tem um convénio com a Federação Angolana de Judo, para explicar os destinos dos materiais doados ao país. Sabemos que não está na posse da federação nem dos atletas nacionais". O novo mandato de Paulo N'zinga promete por fim aumentar o contacto entre a federação e os associados provinciais, um facto que foi solicitado pelos membros, na assembleia geral.