Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pedrosa lamenta queda em França

19 de Maio, 2015

Dani Pedrosa, optou por seguir a corrida para avaliar a condição física

Fotografia: AFP

Apesar de ter caído  no início do GP de França, Dani Pedrosa, optou por seguir a corrida para avaliar a  condição física. O espanhol falou em teste positivo, mas ponderou que ainda tem margem para melhorar.

O fim de semana em Le Mans não saiu exactamente como Dani Pedrosa planeou. Ainda na segunda volta da disputa, o piloto da Honda sofreu uma queda na curva quatro do circuito Bugatti, mas apesar dos danos à RC213V, optou por seguir na corrida para avaliar a condição física.
Por conta do acidente, Dani perdeu toda a oportunidade de lutar pela liderança e recebeu a bandeirada na 16ª colocação, 1min20s907 depois de Jorge Lorenzo, que facturou a sua segunda vitória na temporada 2015.

"Foi uma pena cair tão cedo na corrida", lamentou. "Não entendi muito a queda, porque eu simplesmente perdi a frente", explicou.
Além de Pedrosa, outros dois pilotos que correm com a RC213V também se acidentaram na corrida. Cal Crutchlow explicou, que apesar de ter tido dificuldades com a aderência na dianteira, o acidente foi causado por um erro na travagem. Scott Redding, por sua vez, apontou os problemas com a frente da moto como causa para a queda.

Embora tenha completado o GP de França no quarto posto, Marc Márquez também reclamou a frente do protótipo e avaliou, que todos os pilotos da Honda tiveram o mesmo problema.

 Apesar das dificuldades, Pedrosa fez uma avaliação positiva de  participação na etapa de Le Mans, já que pôde avaliar a  condição física após passar seis semanas longe da MotoGP, por conta de uma cirurgia, para tentar  livrar-se da síndrome compartimental.

 “Eu tentei religar o motor e voltar para a corrida, apesar do  guidão ter entortado, porque eu queria tentar completar uma corrida inteira”, contou. “Foi um teste positivo para mim, apesar de ainda haver margem para melhora, mas em termos de aptidão física, as coisas estão um pouco melhores. Tomara, que possamos melhorar ainda mais, nas próximas semanas”, concluiu.