Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pedrosa nega rumores de saída

29 de Outubro, 2016

Dani Pedrosa foi operado à clavícula direita por fractura sofrida no Grande Prémio do Japão

Fotografia: AFP

O espanhol Dani Pedrosa (Honda), campeão mundial de MotoGP em 2003, 2004 e 2005, negou na quinta-feira os rumores que falam da sua retirada.
“Alguns jornalistas escreveram que ouviram rumores de que ia retirar-me. Essas notícias não têm fundamento e estou de volta às pistas”, escreveu Pedrosa na sua página oficial na internet.

Pedrosa falha os três grandes prémios que faltam disputar do Mundial de MotoGP, por estar a recuperar de uma intervenção cirúrgica às fracturas que sofreu num despiste nos treinos livres para o Grande Prémio do Japão, 15.ª prova do campeonato, que se disputou a 16 de Outubro.

O espanhol foi operado a uma fractura na clavícula direita, teve de imobilizar a perna direita, devido a outra fractura no perónio, que não requereu intervenção cirúrgica.

Foi na corrida japonesa, que o também espanhol Marc Marquez, igualmente da Honda,  sagrou-se campeão mundial.

MALÁSIA

O piloto Jack Miller foi o piloto mais rápido nos segundos treinos livres para o GP da Malásia do MotoGP, numa sessão em que o virtual campeão do Mundo, Márc Márquez, esteve ausente.

O piloto espanhol da Honda foi o mais rápido na primeira sessão, mas acabou por ficar depois nas boxes, devido a uma gastroenterite. Enquanto Márquez foi o mais rápido quando a pista estava seca, a chuva apareceu em Sepang, e tornou a segunda sessão mais lenta.

Miller acabou a segunda sessão, cerca de sete segundos mais lento do que Márquez conseguiu rodar, mas foi o mais rápido no período de tarde, na Malásia.

O australiano da Marc VDS Honda optou por mudar para pneus slick, quando a pista já estava a secar e essa escolha rendeu-lhe o melhor tempo da sessão, assim como aconteceu com Cal Crutchlow, segundo nos treinos livres 2.

Na combinação dos tempos das duas sessões, porém, quer Miller quer Crutchlow ainda vão puxar hoje na terceira sessão de treinos livres, para fugirem à qualificação 1, onde estão por enquanto.