Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Penta da Taa anima estudantes

Silva Cacuti - 01 de Outubro, 2018

Estudantes esto animados para o campeonato nacional

Fotografia: Agostinho Narciso | Edies Novembro

A equipa da Académica de Luanda tem uma motivação extra para o campeonato nacional sénior masculino. O certame tem o início previsto para o próximo sábado na Cidadela Desportiva. Os comandados de Fernando Fallé vivem ainda a euforia da conquista, no sábado, do título da Taça de Angola pela quinta vez consecutiva, após derrotarem, na final, o 1º de Agosto por 3-2.
O momento vai ser aproveitado pela equipa técnica para manter o conjunto na senda das vitórias, durante a competição que se avizinha, conforme admitiu António Eduardo Victor \"Duke\", técnico adjunto de Fernando Fallé.
\"Esta vitória foi o cumprimento de um objectivo do grupo e é um factor motivacional para o campeonato nacional que se inicia brevemente\", disse.
Sem oferecer um jogo vistoso à considerável assistência, comandada pela Ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento Neto, as equipas da Académica de Luanda e do 1º de Agosto pareciam estar a  jogar a final da Taça com os olhos postos no campeonato nacional.
Albino Magalhães \"Maga\", treinador que orientou o 1º de Agosto, no final, também falou a perspectivar o nacional sénior masculino.
\"Tudo vamos fazer para conquistar o campeonato nacional\", prometeu, depois de admitir que a final da Taça de Angola foi uma partida muito difícil para o seu conjunto que falhou dois livres directos.
Após algum equilíbrio inicial, a Académica de Luanda, favorita, assenhorou-se da parte do campo defendida pelos militares e consequentemente adiantou-se no marcador por Pi e Nim.
No final da primeira parte, o 1º de Agosto, equipa afecta às Forças Armadas Angolana, lutava para evitar a goleada e conseguiu. O intervalo chegou sem que mais alguém marcasse.
No reatamento, os militares apareceram melhor. Mais soltos, forçaram os académicos a cometer erros e destes resultaram livres directos. Guedes acertou o primeiro e aos sete minutos desta fase complementar, Kisa, a executar primorosamente outro livre, empatou a partida.
O jogo do 1º de Agosto estava acertado e a Académica de Luanda parecia atordoada. Kisa, capitão militar, beneficia de novo livre directo, que podia resultar na reviravolta do marcador, mas desperdiçou.
Os académicos reagiram e Márcio introduziu a bola na baliza militar, mas a arbitragem de Sérgio Zumba e Carlos Sabino anulou o lance. Mantinha-se a igualdade e, na quadra, havia equilíbrio.
Nim, numa jogada confusa, marca o terceiro golo para a Académica, sentencia o jogo e deu a 21ª vitória a Fernando Fallé, desde que comanda os estudantes.