Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pepino enluta Desporto no pas

13 de Agosto, 2018

Malogrado desportista vai a enterrar amanh na sua terra natal

Fotografia: Edies Novembro

Alberto Silva \"Pepino\", veterano ciclista angolano, morreu sábado, no Hospital Geral de Benguela, na sequência de uma complicação respiratória, apurou o \"Jornal dos Desportos\" de fonte familiar.
\"Pepino\", que foi considerado pelo jornalista Jaime Azulay, num artigo de opinião, o \"eterno gladiador de asfalto do país\", morreu aos 95 anos, depois de coleccionar vários feitos memoráveis a nível do ciclismo nacional, dentro e fora das nossas fronteiras.
João Francisco, secretário-geral da Federação Angolana de Ciclismo, refere que \"Pepino\", foi um verdeiro herói, ícone da modalidade e do desporto nacional. \"Foi o único cilclista do país que conquistou duas medalhas de ouro a nível d uma prova internacional\", sublinha o responsável federativo, referindo-se aos Jogos da III Idade, realizadas em Clavelord, nos Estados Unidos, onde o malogrado obteve feito.
O veterano do ciclismo nacional fez uma maratona histórica de bicleta de Benguela à capital do país, há mais de dez anos.
Na altura desse feito, Jaime Azulay destacou, na coluna Morro do Sombreiro, no \"Jornal de Angola\", que \"ao partir para uma de suas incríveis odisseias Fernand Fournier-Aubry sentenciou que quando o vento da aventura sopra o que temos a fazer é ...deixar-nos ir\".
\"Ao ver Pepino vergado sobre a sua bicicleta pedalando firme, sem lamentos, superando um desafio aos seus limites, era impossível ficar indiferente. Na manhã ensolarada do dia 14 de Novembro de 2005, tempo das acácias rubras florirem, os benguelenses viram mais uma vez partir o seu herói de sempre. Os mais velhos reencontraram a magia dos inolvidáveis acontecimentos vividos no passado\", disse ainda na altura Jaime Azulay.
Numa mensagem proferida a 1 de Julho deste ano, a direcção da Federação Angolana de Ciclismo destacou os feitos do veterano ciclista, falecido sábado. \"A razão de ser da nossa mensagem é darmos testemunho a obra do ilustre atleta e desportista Alberto Silva “Pepino” que a 24 de Outubro do corrente ano completará o seu 96º aniversário\".
Na mesma, a direcção do organismo considerou que \"o impressionante\" é que o \"atleta mais velho mantém a sua actividade desportiva regular pleno de jovialidade, enquanto ciclista, que constitui um exemplo a seguir por todos os amantes do desporto\".
O filho de Benguela,  atleta e desportista, Alberto Silva \"Pepino\", que ao longo da sua carreira desportiva, praticou o futebol, o atletismo e finalmente o ciclismo, pelos seus feitos foi eleito, a personalidade do ano em 2006, na província que o viu nascer, pelo reconhecimento da forma empenhada com que se envolve no desporto, constitui um exemplo impar no desporto em Angola e um verdadeiro orgulho da nação!
Pelo passamento físico de Pepino, o Chefe de Estado João Manuel Gonçalves Lourenço associou-se à dor da família e destacou os feitos deste ícone do desporto angolano. À nossa redacção chegaram várias notas de condolências, com realce para a do Ministério da Juventude e Desportos (Minjud), destacando as conquistas do veterano ciclista que propôs à família da modalidade e não só a realização de um “troféu em prol dos objectivos do Milénio”.
O mesmo, como apurou a equipa de reportagem do JD, cobriria as províncias do Cuanza-Sul, Benguela, Huambo e Bié, em que no final de cada etapa seriam doados, bens de primeira necessidade, matérias para crianças em idade escolar, entre outros brindes, o que patenteia a sua dimensão altruísta ao se mostrar solidário.
Alberto Silva \"Pepino\" vai a enterrar amanhã no cemitério da Camunda, em Benguela, sua terra natal.