Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pescadores regressam tristes do Blue Marlin Race

Álvaro Alexandre - 11 de Maio, 2015

Tristeza foi notória no seio da comunidade dos homens da pesca.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os pescadores regressaram ontem, na marina do Clube Náutico da Ilha de Luanda, com os rostos entristecidos, em função das fracas capturas registadas, no final de 10 horas de intenso trabalho.

O longo tempo foi consumido na primeira jornada do IX concurso Blue Marlin Race. A tristeza foi notória no seio da comunidade dos homens da pesca.

A reacção acolhida dos participantes foi desconfortante. Um dos que se manifestaram com sentimento de desgosto foi o capitão da formação "Jikula O’Mesu", José Martins “Manganga”.

"O mar esteve perfeito. A qualidade da água esteve ao gosto de todos. A principal contrariedade do dia foi a ausência dos exemplares de bico. Em resumo o dia foi prejuízo para todos os participantes",
desabafou.

Manganga acrescentou que "a equipa investiu no concurso 200 dólares de taxa de participação e 600 dólares em combustível. Para
além da despesa com a logística.

Realmente foi um prejuízo não conseguir pescar nenhum exemplar", finalizou.

Cinco exemplares capturados foi uma baixa produção. Cerca de 56 pescadores foram mobilizados para disputar a primeira ronda Blue Marlin Race, último torneio do Campeonato Aberto de Pesca Desportiva de Alto Mar da Zona Norte, que encerra no próximo sábado. Por equipa, a média foi de 0,3 e individual foi de 0,08 exemplar.

Em 10 horas foram pescados quatro atuns e um veleiro. Em acção estiveram apenas duas formações e foram as únicas que conseguiram obter pontuação para o concurso do Clube Náutico da Ilha de Luanda.

O Team Release foi o grande sortudo do dia, sob sua responsabilidade foram contabilizados um veleiro, capturado por Mário Branco, e três atuns, de 14,6 kg, por Carlos Louro, de 11,3 kg, por João Afonso, e de 10,5 kg, por Tiago Gonçalves.

O exemplar complementar, o atum de 10,6 kg foi pescado pelo comandante Helder Milagre, da formação Malembeiros. O único peixe capturado pelo conjunto filiado ao Clube Náutico Militar, tutelado pelo 1º de Agosto, foi suficiente para garantir a segunda posição no primeiro dia da prova, com 42,4 pontos. Em primeiro lugar ficou o Team Release.

Sem pontuar ficaram as formações de Cabinda Gulf Pescadores, Doce Vela, Dragões, Jikula O'Mesu, Lampas, Mavinga Fishing Team, Olé, Peixfree, Team Akwalunga, Team Náutico, Team Delta e Tubarões Fishing Team. Álvaro Alexandre