Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Peter Some surpreende em França

08 de Abril, 2013

Queniano terminou em primeiro lugar com o tempo de 2h05m38s numa prova bastante concorrida

Fotografia: AFP

O queniano Peter Some venceu ontem 37ª edição da Maratona de Paris, juntando o triunfo ao novo recorde pessoal na distância, com o tempo de 2h05m38s.

Na corrida feminina, a etíope Boru Tadese juntou a vitória ao novo recorde da prova, com o tempo de 2h21m06s, retirando 34 segundos à anterior marca em Paris, registada no ano passado pela compatriota Tirfi Beyenne (2h21m40s).

Entre as figuras menos mediáticas da corrida masculina, Some retirou quase três minutos à sua melhor marca em maratona, que se cifrava em bem mais modestas 2h08m33s, uma marca registada na Maratona de Frankfurt do ano passado.

A cerca de 10 quilómetros do final, Peter Some arrancou para esta inesperada vitória, deixando a concorrência para trás. No grupo dos maiores favoritos, o etíope Tadese Tpla teve de contentar-se com o segundo lugar e o tempo de 2h06m29s, batendo ao “sprtint” o queniano Eric Ndiema.

Na corrida feminina, a Etiópia fez a “dobradinha”, já que o segundo lugar foi arrebatado por Merima Mohammed, com 2h23m34s, seguida da queniana Eunice Lirwa, com 2h23m34s.

BREVES
Africanos vencem Maratona de Milão

O etíope Biru Gemechu Worku, na corrida masculina, e a queniana Monica Jepkoech, em femininos, venceram ontem a Maratona de Milão. Em masculinos, Gemechu Worku terminou a corrida com o tempo de 2h09m25s, deixando o compatriota Tefera Girma (2:09.36) a 11 segundos. O pódio ficou completo com o queniano Marius Kipserem, que gastou 2h09m50s. Na prova feminina, Jepkoech completou a corrida com o tempo de 2h32m54s, batendo ao “sprint” a etíope Adana Tsehay, cronometrada com mais um segundo. O terceiro lugar foi ocupado por outra atleta da Etiópia, Brihane Ababel, com 2h33m10s.