Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro e 1º de Agosto dominam os nacionais

29 de Julho, 2013

As formações do Petro de Luanda e do 1º de Agosto dominaram os campeonatos nacionais de atletismo em pista, que encerraram ontem no estádio dos Coqueiros, em Luanda.

Fotografia: Jornal dos Desportos

As formações do Petro de Luanda e do 1º de Agosto dominaram os campeonatos nacionais de atletismo em pista, que encerraram ontem no estádio dos Coqueiros, em Luanda. Em masculino, a equipa do Petro de Luanda ocupou o primeiro lugar, seguida do 1º de Agosto e do Interclube.
Já em feminino o 1º de Agosto chamou a si o triunfo, relegou para o segundo e terceiro lugares o Interclube e o Clube Naútico de Porto Amboim.

A prova teve início sábado no Estádio dos Coqueiros, contou com a participação de 105 atletas em representação das províncias de Luanda, Kwanza- Sul, Uíge, Cabinda, Kuando Kubango, Benguela, Huíla, Lunda- -Sul, Malange e Zaire. Em estafeta 4x400, o 1º de Agosto ganhou nas duas classes, contornando os propósitos do Petro de Luanda, principal opositor na especialidade. Nas provas individuais, o sul-africano Roduel Lower (Petro de Luanda), ganhou a prova dos 1000 metros masculino, ao passo que Brisca Baltazar (1º de Agosto venceu nos 2000 metros).

Rui José, do Interclube venceu a prova de lançamento de dardo, com a marca de quatro metros e 72 centímetros. José Lameira (Petro de Luanda) foi o grande vencedor da prova de arremesso e António Lourenço (Petro de Luanda) não teve oposição nos 1500 metros. Em feminino, Yaribina Bari (1º de Agosto) sagrou-se vencedora nos 1000 metros ao passo que Catarina Futi (Interclube) superou nos 2000 metros. Ernestina Paulino (Interclube) foi a vencedora dos 5000 metros e Isabel Sambani (1º de Agosto) triunfou no arremesso de peso. Teresa Chicolili (1º de Agosto) bateu as concorrentes nos 1.500 metros.

Semenya falha  mundial de Moscovo

A sul-africana Caster Semenya, vice-campeã olímpica nos 800 metros de Londres’2012, falhou a qualificação para os Mundiais de atletismo, por 0,36 segundos. Apesar de ter vencido a Flandres Cup, em Ninove, em 2.01,86 minutos, Semenya, que conquistou o ouro nos Mundiais de Berlim de 2009 e a prata nos de Daegu em 2011, não conseguiu superar o mínimo A (dois minutos), nem o mínimo B (2.01,50 minutos).

Esta foi a segunda tentativa falhada de Semenya para garantir um lugar na selecção sul-africana nos campeonatos que vão decorrer em Moscovo, entre 10 e 18 de Agosto, depois de ter sido a primeira no Finnish Lathi Games, em 18 de Julho, com 2.06,58 minutos, na sua primeira aparição desde Londres'2012.