Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro e D´Agosto jogam Supertaça

Silva Cacuti - 04 de Abril, 2014

Militares do Rio Seco procuram o troféu inédito no Pavilhão Palanca Negra Gigante em Malanje

Fotografia: Jornal dos Desportos

As equipas envolvidas nos jogos da VIII edição da Supertaça Francisco de Almeida, a ser jogada amanhã, na cidade de Malanje, já podem utilizar as atletas com 20 anos de idade, inscritos ainda como juniores, segundo garantia de António Santos Sales, director executivo da Federação Angolana de Andebol (FAA).

“Todas as inscrições para a nova época já têm em conta a decisão aprovada em Assembleia-geral. A partir da Supertaça, os clubes podem utilizar atletas, segundo as novas faixas etárias definidas”, disse.

O andebol começa uma nova época amanhã, durante a qual são aplicadas as deliberações da Assembleia-geral ordinária da Faand, realizada a 1 de Junho de 2013. O conclave decidiu que o escalão de bambi é jogado por atletas com idades entre oito e dez anos. No escalão de iniciados, vão jogar atletas com idades entre dez e 13 anos.

Nas mais relevantes alterações, os juvenis passam a contar com atletas dos 14 aos 17 anos, ao contrário da época passada na qual os juvenis iam até aos 16 anos. No escalão de juniores, podem actuar atletas  dos 18 aos 20 anos, que passam a seniores a partir dos 21 anos.

Pela segunda vez, depois de se ter jogado na cidade do Sumbe, a Supertaça é decidida fora de Luanda e o Pavilhão Palanca Negra Gigante, da cidade de Malanje, erguido no âmbito do campeonato do mundo de hóquei em patins, é o palco escolhido. Vivaldo Eduardo, treinador do Petro de Luanda, louva a iniciativa de levar a disputa desse troféu para fora de Luanda.

“É salutar um palco novo que pode servir de incentivo aos responsáveis do andebol naquela cidade”, comentou.

A cidade de Malanje começa a receber hoje as caravanas desportivas para a Supertaça Francisco de Almeida.

A equipa feminina do Petro de Luanda, detentora do troféu e vencedora da Taça de Angola, vai defrontar o 1º de Agosto, campeão nacional, que persegue a inédita conquista.

Em masculinos, a prova vai opor o Interclube, finalista vencido da Taça de Angola, ao 1º de Agosto, campeão nacional e detentor do troféu.