Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro quer melhorar as infra-estruturas

18 de Novembro, 2019

Para os participantes o sucesso desportivo do clube em todas as modalidades, passa pela existncia de infra-estruturas condignas

Fotografia: Contreiras Pipa| Edies Novembro

A Assembleia Geral do Petro de Luanda realizada sábado, na sua sede, ficou marcada pela discussão do estado actual das suas infra-estruturas, segundo o seu presidente honorário e fundador Hermínio Escórcio.
Em declarações a imprensa, Hermínio Escórcio informou  que o sucesso desportivo do clube em todas as modalidades, passa pela existência de infra-estruturas condignas, situação pela qual, a direcção do clube e o sócios apontam para as melhores soluções.
“ Nós neste momento estamos empenhados em tentar resolver o problema das infra-estruturas do clube e a reorganização das modalidades e  dentro de pouco tempo virão os bons resultados” disse.Hermínio Escórcio disse que o clube, tem estado a negociar com o Governo da Província de Luanda e com outros parceiros alguns espaços existentes onde poderá surgir novos recintos desportivos, sem contudo, especificar a tipologia dos mesmos.
Referiu que pela grandiosidade do clube, precisam de instalações condignas para os seus praticantes, bem como para os escalões de formação, mas para que tal situação seja solucionada precisam de mais capital financeiro junto do patrocinador principal.
“A crise afectou a todos os angolanos e o nosso patrocinador também, precisamos de união para as melhores soluções do clube” realçou.
Dos cinco pontos em agenda de trabalho, apenas o quinto e último relacionado  com a apresentação, análise e aprovação do plano desportivo e do orçamento do exercício económico 2019/2020, vai ser discutido a 21 de Dezembro, durante uma Assembleia Geral Extraordinária.
A magna Assembleia decorrida à porta fechada, foi presidida pelo vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral, Paulino Jerónimo, participaram cento de cinquenta e dois sócios, dos trezentos e sessenta e seis com as quotas em dia e autorizados a fazerem parte do acto.O clube \" tricolor\" é detentor de duas instalações desportivas, o complexo Demóstenes de Almeida (Catetão), onde tem toda a sua estrutura do futebol e andebol, no eixo-viário a sede administrativa, bem como os pavilhões para o basquetebol de formação, hóquei em patins, ginástica e voleibol.
 Petro de Luanda, fundado aos 14 de Janeiro de 1980, movimenta as modalidades de Andebol, Atletismo, Basquetebol, Ciclismo, Ginástica, Hóquei em patins, Vela, Voleibol, Karaté.