Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petrolíferas e militares jogam final do campeonato

Silva Cacuti - 07 de Setembro, 2014

1º de Agosto e do Petro de Luanda decidem título do XXXV campeonato nacional sénior feminino

Fotografia: Jornal dos Desportos

Nada de favoritismos. O percurso das duas equipas na primeira fase, quartos de final e meia-final é equiparado. Até aqui, ambas equipas não precisaram de fazer jogo sério. Vivaldo Eduardo e Victor Chikoulaev, técnicos das duas equipas divertiram-se com peixe miúdo. Finalmente, hoje, cada um encontra um adversário que pode estar à altura.

Trata-se da sexta final consecutiva jogada entre as duas equipas, desde 2009, na prova realizada na cidade do Cuito. O Petro de Luanda tem vantagem no cômputo das cinco finais anteriores, com um saldo de três vitórias e duas derrotas. Nas últimas três, perdeu duas, dado que não confere favoritismo, mas indicia a subida de nível competitivo do conjunto afecto às Forças Armadas Angolanas.

Curiosamente, nesta edição não há atletas dessas duas equipas a sobressaírem-se no quadro de melhores marcadoras. Azenaide Carlos e Albertina Cassoma, artilheiras das duas equipas surgem nas 5ª e 6ª posições da lista, com 24 e 23 golos apontados.

As duas equipas vêm de vitórias nas meias-finais. Embora a organização tenha feito as duas equipas finalistas jogarem a meia-final com quatro horas de diferença, permitindo que uma das equipas chegue à final com melhor recuperação física que a outra.

De resto é um jogo em que se espera por muita ombridade. Os condimentos do jogo resumem-se na ambição de ser campeão que cada equipa traz.
Às 13h30, a Marinha de Guerra e o Progresso do Sambizanga definem o terceiro lugar.

Ontem, na meia-final, o 1º de Agosto cumpriu o dever e venceu facilmente a equipa da Marinha de Gerra por 35-21. O Petro de Luanda teve mais dificuldades para vencer o Progresso do Sambizanga por 26-17, na outra meia-final.

Antes, em jogos das classificativas, o Electro do Lobito venceu Kabuscorp por 37-21 e  assegurou a sétima posição da tabela classificativa.  No jogo pela disputa do 5º lugar, o ASA foi mais forte que a Casa do Pessoal do Porto do Lobito e venceu por 32-26.
SILVA CACUTI


ANDEBOL/ MASCULINO
Contas definem
o novo campeão


A XXXV edição do campeonato nacional sénior masculino de andebol "Trofeu Unitel" pode ser decidida nas contas do "goal-average" (diferença de golos), caso a equipa do 1º de Agosto perca o jogo desta tarde, referente à última jornada, diante do Petro de Luanda. O jogo começa as 15h30 no pavilhão Multiusos de Luanda.

Os agostinos, campeões nacionais em título, precisam apenas empatar para estarem a frente da tabela classificativa e consumarem a revalidação do título. Para tal, o treinador Filipe Cruz e os seus rapazes precisam encarar o jogo com cautelas redobradas, já que o Petro de Luanda é o responsável pela única derrota (18-25) de que os militares se podem lamentar.

A pressão de responder aos investimentos feitos pelo clube e a defesa do título é outro adversário com que Filipe Cruz deve contar.

Para o Petro de Luanda, de José Pereira "Kidó", jogar a última jornada em condições de ser campeão já é um ganho, uma vez que não era tido nem achado para tanto.

Vai ser um jogo com dificuldades repartidas. O adversário oculto de Kidó pode ser a fragilidade do seu plantel, onde depois de tirar o sete inicial, quase não tem opções para manter a intensidade de jogo.

Noutro jogo, cujos números finais podem interferir nas contas, o Interclube defronta o Progresso da Lunda Sul com a missão de fazer o maior número de golos possíveis e, da mesma forma, sofrer menos.

O Interclube tem favoritismo de sobra. Aliás é a única equipa que pode sair vitoriosa deste confronto. O progresso da Lunda Sul é o último classificado sem qualquer vitória. Ontem o Interclube fechou a jornada a defrontar a Marinha de Guerra, enquanto o Petro de Luanda aproveitou facturar diante dos lundas por 43-20.
 SILVA CACUTI