Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petrolíferas engrossam plantel do Progresso

Silva Cacuti - 04 de Janeiro, 2015

Petrolíferas engrossam plantel do Progresso

Fotografia: José Soares

Janete dos Santos, outra ex-petrolífera, e Maravilha Luís, ex-Marinha de Guerra, são outras atletas apresentadas ontem como reforço da equipa orientada por Armando Gumbe, técnico que também assinou contrato de um ano com a equipa. Wilma Luceu, guarda-redes da equipa júnior, ascendeu de categoria e integra, agora, a equipa sénior.

A camaronesa Mpa Sidony, pivot que veio do Fap dos Camarões, foi também apresentada.

José Carvalho, director-geral da agremiação sambila, disse que "todas as novas atletas assinaram por duas épocas", mas garantiu que "o plantel não está fechado".

"Estamos ainda a procurar duas ou três atletas. Temos ainda necessidade de uma guarda-redes, uma lateral direita e uma central. Está difícil, já temos mantido contactos com duas atletas e pensamos que em breve anunciamos quais são. O nosso objectivo é entrarmos na luta para melhorarmos as classificações do ano passado. Achamos que o quarto lugar no campeonato nacional e terceiro africano já não são compatíveis com o investimento feito pela nossa equipa", comentou.

A base da equipa anterior foi mantida. Armando Gumbe em princípio deve contar com Nelma Pedro, Lourena Carlos, Alfonsine Ngoulou, Mpima Natacha, Elga Quimeia, Ivete Simão, entre outras.


Técnico
Armando Gumbe
minimiza contratações


O técnico principal da equipa do Progresso do Sambizanga disse ontem que as contratações feitas pela direcção do clube permitem perspectivar uma época mais tranquila. Armando Gumbe disse que como treinador não se sentia satisfeito.

"Um treinador nunca está satisfeito, mas podemos fazer uma época mais tranquila, vai dar para trabalhar", começou.

Armando Gumbe, que tinha sido cedido ao clube pelo Petro de Luanda, no âmbito de acordos entre os dois clubes, é agora quadro da agremiação sambila e assinou por uma época. O seu conhecimento das atletas que trabalharam consigo no Petro de Luanda foi determinante para influenciar as aquisições da sua nova agremiação.

"Conheço bem as atletas, aliás, algumas já trabalharam connosco aquando da preparação da taça dos campeões, por isso penso que a integração delas vai ser muito boa", disse.

A corroborar o pensamento do treinador, Anastásia Sibo disse que a sua integração na equipa não é um bicho de sete cabeças. A atleta, a par de Matilde André, já treinou com a equipa do Progresso, mas por questões de inscrição não actuou pela equipa na taça dos campeões.

"Já me sinto em casa", disse. Sobre o novo desafio na sua carreira, a jogadora refere que vai dar o seu melhor para dignificar o grupo.
S.C