Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Phelps regressa em Agosto

08 de Dezembro, 2014

"Ele sente falta da natação, da adrenalina da competição. Sei que ele está na água agora, a treinar.

Fotografia: AFP

O nadador norte-americano Michael Phelps, suspenso por seis meses em Outubro por dirigir bêbado, tem o seu regresso às piscinas marcado para Agosto de 2015, na etapa francesa da Taça do Mundo em piscina curta, em Chartres.

A informação foi revelada neste sábado pelo presidente da Federação Francesa de Natação, Francis Luyce. O dirigente disse ter conversado sobre o assunto com o norte-americano Dave Neilburger, vice-presidente da Federação Internacional de Natação (Fina), em Doha, no Qatar, onde está a decorrer o Mundial de Natação em piscina curta.

Dono de 22 medalhas olímpicas, 18 delas de ouro, Phelps foi detido pela polícia de Maryland no dia 30 de Setembro, depois do seu Land Rover branco ser apanhado a 135km por hora no túnel Fort McHenry de Baltimore, sua cidade natal.

O nadador foi autorizado a treinar com o seu clube, mas não pode disputar nenhuma competição oficial até ao dia 6 de Março do ano que vem. De acordo com a Federação, ele abriu mão de participar no Mundial em piscina olímpica, marcado para o mês de Julho em Kazan, na Rússia.

A sua primeira competição deve ser em Chartres, perto de Paris, no dia 15 de Agosto. "Não tinha a menor dúvida de que ele voltava", disse à AFP Ryan Lochte, amigo e maior rival de Phelps. "Ele sente falta da natação, da adrenalina da competição. Sei que ele está na água agora, a treinar.

É bom saber que vai voltar a competir em França, numa etapa da Taça do Mundo, e é um primeiro passo antes das Olimpíadas do Rio", analisou Lochte. Em 2004, aos 18 anos de idade, o nadador foi apanhado a conduzir embriagado, mas entrou em acordo com as autoridades e declarou-se culpado em troca de 18 meses de liberdade condicional.

Após dois anos de ausência, logo depois de competir nos Jogos de Londres-2012, Michael Phelps voltou a competir em Abril deste ano, no Grand Prix de Mesa, nos Estados Unidos, com vista aos Jogos do Rio-2016. Em Agosto, o nadador foi o destaque do Pan Pacífico da Austrália, onde conquistou três medalhas de ouro.