Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Piloto Nico Rosberg vence GP da Alemanha

21 de Julho, 2014

Nico Rosberg foi o primeiro piloto da Mercedes a vencer na Alemanha desde 1954 e tem agora 190 pontos

Fotografia: AFP


Nico Rosberg (Mercedes) venceu ontem o GP da Alemanha, décima ronda do Mundial de F1, ampliando a vantagem sobre o companheiro de equipa, Lewis Hamilton, que largou do 20º lugar e acabou em terceiro, "encostado" a Valtteri Bottas (Williams-Mercedes).
Aquela que foi a quarta vitória de Rosberg na temporada 2014 tem um sabor muito especial pois foi a primeira de um piloto da escuderia de fábrica da Mercedes na Alemanha desde 1954 (Juan Manuel Fangio).
Rosberg gastou 1:33.42,914 horas para completar as 67 voltas ao circuito de Hockenheim, gastando menos 20,789 segundos do que Valteri Bottas (Williams) e 22,530 do que Hamilton.
Rosberg soma agora 190 pontos, contra 174 de Hamilton. O terceiro na classificação de pilotos continua a ser Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault), mas ele foi batido por Fernando Alonso (Ferrari) nesta corrida na luta pelo quinto lugar, pelo que só tem agora nove pontos de vantagem sobre Alonso (106 contra 97).
Todavia, Ricciardo e Alonso têm de se acautelar com Bottas, que está agora no quinto lugar no Mundial de Pilotos com 91 pontos. O próximo GP tem lugar na Hungria, no próximo fim-de-semana.

Homenagem
A equipa Caterham, vendida este mês pelo empresário Tony Fernandes, homenageou ontem durante o Grande Prémio da Alemanha de Fórmula 1 as vítimas do desastre aéreo com o avião da Malaysia Airlines, na quinta-feira.
A equipa, que tem a sua base no Reino Unido, pintou nos seus carros a mensagem "PrayForMH17" (rezem pelo MH17), acrescentando “em tributo a todos os afectados pela horrível tragédia do MH17”.
O Boeing 777 da Malaysia Airlines, que fazia a ligação entre Amesterdão e Kuala Lumpur, caiu na quinta-feira na região leste da Ucrânia com 298 pessoas a bordo, depois de, alegadamente, ter sido atingido por um míssil que a comunidade internacional diz ter sido disparado pelos rebeldes pró-russos.
O Boeing-777 perdeu na quinta-feira a comunicação com terra na região oriental de Donetsk - perto da cidade de Shaktarsk -, palco de combates entre forças governamentais ucranianas e rebeldes pró-russos, e vitimou todas as 298 pessoas que seguiam a bordo, provocando fortes trocas de acusações entre Moscovo e Kiev.

PRIMEIRA VOLTA
Felipe Massa abandona corrida em Hockenheie

O piloto Filipe Massa teve de abandonar a corrida logo na primeira volta do GP da Alemanha, ainda a prova não tinha percorrido a primeira curva. Felipe Massa embateu no monolugar de Kevin Magnussen, capotou e foi obrigado a abandonar.
Massa largou em terceiro e vinha por fora na primeira curva na Alemanha, tendo colidido com Magnussen, que seguiu uma linha mais fechada.
O bico do carro colidiu com a lateral da Williams, que capotou e se arrastou em baixa velocidade de cabeça para baixo por alguns metros até virar novamente.
O acidente fez com que o "safety car" entrasse na pista já na primeira volta em Hockenheim e lá permanecesse por duas voltas. Massa abandonou a prova depois do embate devido aos danos causados ao carro, mas Magnussen prosseguiu a corrida.O embate foi investigado pelos comissários que não atribuíram punição aos envolvidos.
Esta é a segunda prova consecutiva em que Felipe Massa abandona na primeira volta. No GP da Inglaterra, o seu 200º na Fórmula 1, foi atingido por Kimi Raikkonen num acidente, também na primeira volta.